15/05/2018

Juiz determina que Carlinhos Cachoeira cumpra pena em Goiânia

O contraventor foi preso na última quinta-feira (10/5) em um condomínio de luxo na Capital.

O juiz Rafael Estrela, da Vara de Execução Penal (VEP) do Rio de Janeiro, determinou nesta terça-feira (15/5) a transferência do processo de execução da pena de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, para Goiânia. O pedido foi feito pela defesa de Cachoeira, que foi condenado pela Justiça do Rio a seis anos e oito meses de prisão por fraudes na Loteria do Estado do Rio de Janeiro (Loterj).

 Ante a documentação apresentada pela defesa, comprovando o vínculo familiar que o apenado possui naquele estado e atento aos fins da pena com o objetivo de ressocialização do penitente, sendo fator crucial neste processo o contato familiar, na forma do artigo 66, V, “g”, da Lei de Execução Penal, DETERMINO a transferência da execução para a Comarca de Goiânia/GO”, escreveu o juiz na decisão.

O contraventor foi preso na última quinta-feira (10/5), na casa de um irmão em um condomínio fechado na Capital. O mandado de prisão foi cumprido por policiais da Delegacia de Capturas de Goiânia.

Um dia após a prisão, a Polícia Civil do Estado de Goiás informou que Carlos Augusto Ramos, foi levado para o Centro de Prisão Provisória (CPP).

prisão do bicheiro foi determinada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nefi Cordeiro no dia 4 de maio. A condenação está relacionada com o caso que foi investigado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos, em 2004, que apurou o uso de casas de bingo para lavagem de dinheiro.

Na época, o então assessor da Casa Civil da Presidência da República Waldomiro Diniz foi exonerado do cargo após divulgação de uma fita de vídeo em que aparecia pedindo propina a Cachoeira.

Fonte: Dia Online