10/06/2018

Vice-presidente da OAB vai ficar com bala alojada no pescoço

Thales Jayme foi baleado na manhã de sábado (9/6) por um ex-funcionário de sua fazenda, em Pirenópolis.

O vice-presidente Ordem dos Advogados do Brasil no Estado de Goiás (OAB-GO) e presidente do Country Clube de Goiás, Thales José Jayme, de 56 anos, que foi baleado na manhã deste sábado (9/6), vai ficar com a bala alojada no pescoço.

De acordo com o boletim médico, divulgado por volta das 19h de ontem, o estado de saúde era regular, ele estava consciente e respirando sem ajuda de aparelhos. Com isso, já que não existe o risco de sequelas, o advogado não fará a cirurgia para a retirada da bala.

Thales Jayme foi baleado por um ex-funcionário de sua fazenda, em Pirenópolis, durante uma discussão. Após atingir o vice-presidente, o atirador tentou suicídio. O homem chegou a ser levado para o Hospital Municipal de Pirenópolis, mas morreu.

O advogado foi encaminhado para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL), pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros.

Outro caso 

Thales Jayme já havia sido vítima de disparo de arma de fogo. O caso ocorreu em 2004 após uma discussão com outro advogado. Na ocasião, Thales foi atingido na perna. Na época, um procedimento disciplinar chegou a ser instaurado pelo Conselho Federal da OAB para apurar o ocorrido.