11/06/2018

Em regime semiaberto, Cachoeira tem primeiro dia de trabalho em empresa farmacêutica

Contraventor assumiu o cargo de coordenador comercial e receberá salário de R$ 6,5 mil.

Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, teve seu primeiro dia de trabalho no regime semiaberto, nesta segunda-feira (11/6), na Villifarm Hospitalar, empresa de distribuição farmacêutica, em Aparecida de Goiânia.

O contraventor assumiu o cargo de coordenador comercial e receberá um salário no valor de R$ 6,5 mil. Cachoeira, que está sendo monitorado por uma  tornozeleira eletrônica, passará o dia na empresa, e dormirá em casa, em um condomínio de luxo na Capital.

Carlinhos Cachoeira, que foi condenado por fraudes na Loteria do Estado do Rio de Janeiro (Loterj), estava preso desde o dia 10 de maio, aqui em Goiânia. No dia 23 de maio, a 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reduziu a pena de Carlinhos Cachoeira, de seis anos e oito meses para quatro anos.

Fonte: Dia Online