12/06/2018

Enel e Polícia Militar fazem operação de combate a furto de energia

As ligações irregulares podem causar curtos circuitos e sobrecarga na rede elétrica.

A Enel Distribuição Goiás, em parceria com a Polícia Militar, realizou nesta segunda-feira (11/6) uma operação de desligamento de rede clandestina em Goiânia, Anápolis, Luziânia, Águas Lindas e Jataí.

Durante a ação, foram fiscalizados comércios de médio e grande porte e residências, a fim de identificar possíveis irregularidades na medição de energia.

Ao todo, foram desligadas em torno de mil ligações clandestinas e a operação contou com 10 viaturas da PM, oito caminhões e 32 carros.

A distribuidora reforça que além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela empresa e coloca em risco a segurança das pessoas.

As ligações irregulares podem causar curtos circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

Além da Enel, que perde energia comprada, o consumidor perde com a sobrecarga do sistema e as variações de tensão, que podem ocasionar a queima de eletrodomésticos e ainda o perigo de choque elétrico existente para quem tenta realizar gatos, gambiarras e ligações irregulares.

Para conscientizar a população sobre os perigos do furto de energia, a companhia realiza, além dos operativos, diversos projetos sociais em comunidades, com informações sobre o uso eficiente e seguro de energia elétrica e programas para geração de emprego e renda.

Para solucionar o problema das perdas energéticas, a empresa trabalha em diversas frentes, realizando inspeções sistemáticas nas medições, investindo na construção de redes elétricas antifurto e na aquisição de medidores com tecnologias mais modernas, regularizando medições defeituosas e criando programas de recuperação de clientes e de eficientização energética.

A Enel alerta que os clientes podem denunciar casos de furto de energia pelos seus canais de atendimento: 0800 620 196; site ou pelos perfis nas redes sociais Facebook e Twitter (@EnelClientesBR).