12/06/2018

Negociaçāo entre Sindicato e Secretaria de Saúde de Aparecida continua

Servidores da saúde de Aparecida de Goiânia marcam assembleia para definirem rumo da greve.

Uma assembleia geral para definir o destino da greve dos servidores da Secretaria Municipais de Saúde, de Aparecida de Goiânia, está marcada para a tarde desta terça-feira (12), no Cais Nova Era, no Jardim Nova Era.

Há dois dias paralisados, os profissionais pedem melhores condições de trabalho, cumprimento do plano de carreira, o pagamento de gratificações e a correçāo da data-base, que é a recomposiçāo salarial com base nos prejuízos dados pela inflaçāo.

A presidente do Sindicato dos profissionais de enfermagem, Dione Alisson, explica que o fim da greve depende exclusivamente do posicionamento da prefeitura. “Ficaremos aqui até chegarmos num acordo que beneficie a categoria.”

Indignada, a agente comunitária, Maria Eunice, reclama das condições de trabalho. “Há 22 anos trabalho nessa área e nāo recebo adicional de insalubridade. Minha pele está manchada, já fui assaltada, e ainda tenho que tirar do meu bolso a passagem de ônibus para fazer curso de capacitaçāo, que a prefeitura exige”, conclui.

O Sindsaúde estima que 300 servidores estāo de braços cruzados. O Sindicato informa ainda que o Cais Nova Era – local do primeiro encontro – será um dos pontos de concentraçāo dos grevistas até o fim do movimento.

A prefeitura e a secretaria divulgaram uma nota oficial informando que estāo dialogando com o Sindsaúde.

Fonte: Dia Online