16/06/2018

Primeiro-ministro do Japão confirma que prepara reunião com Kim Jong Un

"Quero dar um passo à frente e resolver o assunto (dos sequestros) uma vez que tenhamos superado nossa desconfiança mútua", afirmou Abe.

O primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe convidou, neste sábado (16/6), o dirigente norte-coreano Kim Jong Un a superar a desconfiança mútua e confirmar que estão fazendo esforços para preparar uma cúpula.

Abe explicou em entrevista a uma emissora local que seu governo contactou os norte-coreanos “por diferentes canais”, para preparar uma reunião com o presidente da Coreia do Norte.

Em uma cúpula histórica nesta terça-feira (12/6) em Singapura com o presidente americano Donald Trump, Kim se mostrou disposto a se reunir com Abe, de acordo com a imprensa japonesa.

“Durante a cúpula, Kim disse a Trump ‘Eu posso me reunir com o primeiro-ministro Shinzo Abe'”, informou o jornal Sankei.

O Japão, que não participou dos intensos esforços diplomáticos dos últimos meses, quer abordar com Pyongyang o tema dos cidadãos japoneses sequestrados por agentes norte-coreanos nos anos 1970 e 1980 para formar espiões, assunto prioritário para Tóquio.

“Quero dar um passo à frente e resolver o assunto (dos sequestros) uma vez que tenhamos superado nossa desconfiança mútua”, afirmou Abe.

Segundo o jornal Yomiuri Shimbun, o ministro japonês de Relações Exteriores planeja diálogos com seu homólogo norte-coreano, no contexto de uma reunião da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), em Singapura, no fim de julho.

Fonte: