01/07/2018

Rússia tira, nos pênaltis, a Espanha da Copa do Mundo

Erros eliminaram os espanhóis nas oitavas de final e fizeram a Rússia avançar para mais uma fase da Competição.

Foi preciso cobranças de pênaltis para decidir quem se classificaria para as quartas de final no jogo entre Espanha e Rússia, no Estádio Luzhniki, em Moscou, neste domingo (1/7). As duas primeiras cobranças de cada time resultaram em gols, mas a Espanha desperdiçou a terceira e a quinta cobranças, com Koke e Aspas respectivamente.

Os erros eliminaram os espanhóis nas oitavas de final e fizeram a Rússia avançar para mais uma fase da Copa do Mundo. Após o pênalti perdido por Aspas, a torcida russa fez a festa nas arquibandas, enquanto os jogadores da casa se abraçavam no gramado.

Prorrogação

Depois de um primeiro tempo de muita marcação e um segundo tempo de jogo concentrado no meio de campo, com eventuais jogadas de ataque, Rússia e Espanha precisaram da prorrogação para saberem quem passaria às quartas de final.

Empatadas por 1 a 1 no tempo normal, os primeiros 15 minutos da prorrogação foram marcados com uma Espanha ofensiva e a Rússia no contra-ataque. As jogadas espanholas sempre esbarravam na defesa russa. A bola voltava para os jogadores espanhóis que, mais uma vez, buscavam o ataque, mas eram neutralizados pelos zagueiros russos.

O primeiro tempo da prorrogação terminou com a Espanha no ataque e a Rússia se defendendo. No lance inicial do segundo tempo, a Espanha quase marcou com Cavarjal, numa jogada pelo fundo do campo, mas Akinfeev fez uma grande defesa.

Aos 12 minutos, a Espanha voltou a trabalhar a bola no meio de campo, procurando espaço para penetrar na defesa da Rússia. A prorrogação terminou com a equipe espanhola tentando fazer gol com Isco, que chutou a bola para a defesa do goleiro russo. Em seguida, o árbitro terminou a partida, que foi para a cobrança de pênaltis. As informações são da Agência Brasil.

Fonte: Dia Online