03/07/2018

Quatro mulheres são presas tentando entrar com drogas e celulares em presídios de Aparecida

Elas foram flagradas por scanners corporais na Penitenciária Odenir Guimarães (POG) e na Casa de Prisão Provisória (CPP).

Quatro mulheres foram presas no último domingo (1/7) quando tentavam entrar no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia com drogas escondidas nas partes íntimas. Elas foram flagradas por scanners corporais na Penitenciária Odenir Guimarães (POG) e na Casa de Prisão Provisória (CPP).

Na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), Leidiane dos Santos Teixeira, de 27 anos, tentou entrar na unidade com mais de 200 gramas de drogas escondidas nas partes íntimas.O objeto estava envolvido com fita isolante e foi identificado pelo scanner corporal.

Quatro mulheres são presas tentando entrar com drogas e celulares em presídios de Aparecida
Foto: Reprodução

A segunda suspeita, Francisca Lais da Silva, tentou entrar no presídio levando dois aparelhos celulares escondidos em um par de sandálias, os objetos também foram identificados durante revista do aparelho de scanner.

Já na Casa de Prisão Provisória (CPP), também no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, outras duas mulheres foram presas em flagrante ao tentar entrar na unidade com drogas. Jaqueline Gomes Rezende, de 23 anos, e Ana Paula Rosa Carneiro, de 30 anos, levavam drogas para seus parceiros presos na unidade.

Jaqueline estava cerca de 200 gramas de maconha e Ana Paula com 160 gramas de drogas, entre elas cocaína e 93 comprimidos que não foi possível ainda fazer a identificação. Todas as suspeitas foram encaminhadas para a delegacia e autuadas em flagrante.

Fonte: