08/07/2018

Conheça Rogério Favreto, o desembargador que tenta soltar Lula

A mãe do desembargador e uma das irmãs dele foram filiadas ao partido.

Desembargador Federal, plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Rogério Favreto surpreendeu ao aceitar neste domingo (8/7) o habeas corpus solicitado pela defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Com o pedido de urgência para soltar Lula, Favreto mesmo com após a negativa de Sérgio Moro, reiterou seu pedido. Mas se para muitos o nome de Rogério Favreto é novidade no meio político, o Dia Online veio apresentar a carreira do desembargador.

O advogado entrou para a corte em 2011, após ser nomeado ao cargo pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Mas o que surpreende e causa certa estranheza, é que Rogério Favreto era filiado ao PT até 2010.

O magistrado se filiou ao PT em dezembro de 1991. Questionado pelo jornal ‘Folha de S. Paulo’, Favreto diz que deixou o partido em 2010, antes de virar juiz.

A mãe do desembargador e uma das irmãs dele foram filiadas ao partido.

De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Favreto nasceu em 1966, na cidade gaúcha de Tapejara. Formou-se em Direito pela Universidade de Passo Fundo e fez mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica.

Entre abril de 2007 e junho de 2010, exerceu o cargo de secretário nacional da Reforma do Judiciário, no Ministério da Justiça.

Fonte: Dia Online