14/03/2019

Leilão de carros de luxo dos ex-governadores rendem mais de R$ 330 mil para o Hospital Materno Infantil

Dinheiro vai ser usado para compra de insumos do Hospital Materno Infantil.

O leilão dos dois carros de luxo dos modelos Hyundai Equus 2001 e Hyundai Equus 2013 usados pelos ex-governadores Marconi Perillo e José Eliton (ambos PSDB), ocorreu na manhã desta quinta-feira (14/3), e rendeu ao governo de Goiás R$ 335.166,00. Dinheiro este que vai ser usado para o pagamento de dívidas e compras de insumos do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia.

O leilão foi feito no auditório Jaime Câmara, no 9º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira e foi acompanhado de perto pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), que após os carros serem arrematados agradeceu aos empresários que adquiriram os dois veículos.

“Isso representa uma mudança de conceito e de que o governo vai continuar mostrando para o povo goiano que não é momento de luxo, de esbanjamento, é momento do governo ter consciência que cada vez precisa economizar mais, para repassar o dinheiro a quem na verdade necessita essa é função do estado”, afirmou o governador.

Diretora da organização social que administra o Materno Infantil afirma que atenção voltada ao hospital coloca ele no lugar que ele sempre deveria estar

O Hyundai Equus modelo 2011 foi arrematado pelo empresário Vitor Gavino, da empresa Cosan Energia e Logística pelo valor de R$ 128 mil reais; enquanto o outro carro Hyundai Equus modelo 2013 foi arrematado por R$ 207.166 pelo empresário Elton Pereira Amorim Júnior da M3 Motors.

A diretora da organização IGH, Rita de Cássia Leal de Souza, que administra o hospital, acompanhou o leilão e lembrou que o valor arrecadado é algo valioso, pois coloca o hospital no lugar onde sempre deveria estar.

“Esse recurso [do leilão] representa algo muito mais valioso: o reconhecimento e a importância que esse governo está dando ao Materno Infantil e colocando ele no lugar onde sempre deveria estar. Um hospital de referência, que presta uma atenção de qualidade a pacientes graves e que tem uma equipe que trabalha no limite de suas forças.”

O Secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, afirmou que o governo tem buscado soluções e outros recursos para quitar as dívidas do Materno Infantil. “Estamos levantado dados das gestões anteriores para que ao adquirir essa nova verba, possamos quitar as dívidas do Materno Infantil e de outras unidades hospitalares”, explicou o secretário.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online