16/05/2019

Advogado é baleado ao tentar receber R$ 7 mil de honorários, em Anápolis

Ele, que foi atingido por cinco tiros, está internado no Huana e não corre risco de morte. Caso ocorreu na noite de ontem (15/5), no Conjunto Habitacional Filostro Machado Carneiro.

Um advogado criminalista foi baleado na noite desta quarta-feira (15/5), em Anápolis, ao tentar receber R$ 7 mil de honorários. Diego Sidney Azara Pereira, que foi atingido com ao menos cinco disparos, conseguiu acionar a Polícia Militar, que chamou o socorro. Ele está internado no Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). Ao Dia Online, a unidade de saúde informou que a família não autoriza o repasse de informações sobre o estado de saúde do advogado.

Diego Sidney relatou à PM que, ao chegar no local marcado com um cliente, foi abordado por três homens. O caso ocorreu numa região afastada do Conjunto Habitacional Filostro Machado Carneiro, em Anápolis, na Região Metropolitana de Goiânia. No endereço, o advogado encontraria a tia do cliente, que está preso. A polícia acredita que ele tinha caído em uma emboscada, uma vez que na casa não há moradores.

Advogado baleado em Anápolis teria que receber R$ 7 mil de honorários

Conforme registro da ocorrência, Diego Sidney  teria ido ao local marcado receber cerca de R$ 7 mil de honorários. O dinheiro, referente a serviços prestados a um preso, seria entregue pela irmã do cliente. Apesar da informação, ainda é cedo afirmar que o crime tenha ligação com a dívida.

O homem foi atingido por cinco tiros, sendo no pescoço, braço, abdômen e nádegas. Os homens fugiram em seguida. Mesmo ferido, ele conseguiu acionar a Polícia Militar. Diego foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levado ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana).

Estado de saúde

Em nota enviada ao Dia Online, a assessoria do Huana informou que a família não autoriza o repasse de informações a respeito de seu estado de saúde. Já de acordo com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Anápolis Jorge Henrique Elias, o advogado não teve nenhum órgão vital atingido e não corre risco de morte.

Veja abaixo a nota publicada no perfil oficial do presidente da OAB Subseção Anápolis:

Prezados amigos, em atenção e esclarecimento às dezenas de telefonemas e mensagens recebidas desde a noite de ontem, informo a toda a sociedade Anapolina, em especial aos Advogados e Advogadas aqui militantes que, desde os primeiros instantes do lamentável fato ocorrido na noite de ontem com o Dr. DIEGO SIDNEY ÁZARA PEREIRA, estamos acompanhando todos os fatos, e, através da Portaria nº 1683/2019, instituímos uma Comissão Especial de Acompanhamento ao Inquérito Policial em referência (agradeço desde já a disponibilidade e presteza do Dr. Wallisson Pereira dos Santos, que presidirá esta Comissão).

Informo que o Dr. Diego, segundo informações preliminares, não está correndo mais risco de morte. Reitero que a OAB ANÁPOLIS não descansará enquanto não for dada rápida e justa solução ao caso e combaterá, incessante e intransigentemente, toda e qualquer ameaça à vida ou ato atentatório à profissão!

O caso será investigado pela Polícia Civil de Goiás (PCGO).

Via Dia Online 
Imagens Dia Online