17/05/2019

Acidente entre ônibus e caminhão deixa 11 feridos na BR-060, interior de Goiás

Batida ocorreu por volta das 5h55 desta sexta-feira (17/5). Pista está parcialmente interditada.

Um acidente envolvendo um ônibus de viagem e um caminhão deixou ao menos 11 pessoas feridas. A batida entre os veículos ocorreu por volta das 5h55 desta sexta-feira (17/5), na altura do quilômetro 458 da BR-060, entre Rio Verde e Jataí, cidades localizadas na região Sudoeste de Goiás.

Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), duas viaturas do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBMGO) e duas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atuaram na ocorrência. Conforme informações da polícia, a pista segue parcialmente interditada no momento.

Veja abaixo alguns registros do acidente feitos pelas equipes da PRF e do Corpo de Bombeiros:

Seis vítimas, com ferimentos mais graves, foram resgatadas pelas viaturas do Corpo de Bombeiros e encaminhadas para o Hospital das Clínicas de Jataí. De acordo com a corporação, o motorista do ônibus apresentava fratura nas pernas e foi socorrido pela equipe do Samu. As outras quatro pessoas, que sofreram apenas escoriações, foram atendidas no local e não necessitaram ir para uma unidade de saúde.

O ônibus, com 25 passageiros, havia saído de Maceió, em Alagoas, com destino a Rondonópolis, no Mato Grosso. Segundo informações apuradas no local, alguns passageiros iriam trabalhar com corte da cana-de-açúcar na região matogrossense. No momento da batida, a pista estava molhada, o que pode ter sido um fator provocante. De acordo com o inspetor da PRF, Newton Morais, as causas do acidente serão investigadas.

Acidente na BR-060 é o quinto ocorrido nas rodovias goianas

Nas últimas 24 horas, de acordo com balanço operacional da PRF, ocorreram nas rodovias federais goianas outros quatro acidentes, que deixaram seis pessoas feridas. Durante o período, foram aplicadas 574 notificações de multas por infrações diversas, no qual 285 veículos foram flagrados em excesso de velocidade e 32 motoristas foram autuados por não usarem o cinto de segurança.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online