10/10/2019

Demissões no HDT provocam clima de medo entre médicos do hospital

Nos últimos dias, cinco médicos já foram demitidos e o número pode aumentar.

Médicos e enfermeiros que atuam no Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad, o HDT, referência em Goiânia, estão receosos de que possam perder seus empregos em breve. Isso porque após uma reunião da diretoria técnica do hospital, foi anunciada uma “reestruturação” da unidade, o que inclui corte de pessoal. Nos últimos dias, cinco médicos já foram demitidos e o número pode aumentar.

À CBN, a médica Mariana Tassara afirmou que o clima no hospital, localizado no Jardim Bela Vista, em Goiânia,”está péssimo”. De acordo com a profissional, o medo da demissão tem feito com que plantonistas sejam vistos chorando nos corredores do HDT. “[Os médicos] não querem perder o emprego, ninguém sabe quem são os escolhidos, e também não querem ficar pra atender sozinhos”, revela.

Cinco demissões de médicos foram divulgadas recentemente, mas o número pode subir. Ainda segundo Tassara à CBN, as demissões devem afetar vários setores. “Toda a equipe também que não é médica está apavorada, porque provavelmente as demissões vão chegar: fisioterapia, nutrição, enfermagem. Então o clima ta péssimo”, diz.

HDT declarou que demissões “seguem critérios técnicos”

Procurada pela reportagem do Dia Online, a assessoria do HDT se manifestou sobre os recentes desligamentos. Conforme a assessoria do hospital, “o quadro de colaboradores mantido supre toda a necessidade” da unidade e as demissões seguem critérios técnicos.

O hospital não comentou a suposta reestruturação.

Veja a nota abaixo na íntegra:

“Nota de esclarecimento

O Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), unidade gerenciada pelo Instituto Sócrates Guanaes (ISG), informa que com relação aos desligamentos e/ou substituições de colaboradores da unidade, são realizados seguindo critérios técnicos após rigorosa análise dos gestores imediatos. O hospital esclarece ainda que, o quadro de colaboradores mantido supre toda a necessidade e o cumprimento de todas as metas pactuadas em contrato com a Secretaria de Estado da Saúde – (SES-GO).”

Via Dia Online 
Imagens Dia Online