10/10/2019

Suspeito de estuprar 3 menores é preso em flagrante, em Pires do Rio

Segundo a corporação, o homem teria praticado o ato libidinoso após chamar as três jovens adolescentes para uma festa em sua casa. Além disso, ele induziu as menores a fugir de suas residências e a consumir bebida alcoólica.

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) prendeu, na tarde desta quinta-feira (10/10), um homem suspeito de estuprar 3 menores, em Pires do Rio, a 148 quilômetros de Goiânia.

Segundo a corporação, o homem teria praticado o ato libidinoso após chamar as três jovens adolescentes para uma festa em sua casa. Além disso, ele induziu as menores a fugir de suas residências e a consumir bebida alcoólica.

A prisão foi feita pela Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Pires do Rio, após denúncia e investigação.

Os policiais prenderam em flagrante, nesta quinta-feira (10/10), o investigado E. R. S. A., de 45 anos, pela prática dos crimes de estupro de vulnerável, induzimento a fuga de menor e fornecimento de bebidas alcoólicas a menor.

Suspeito de estuprar 3 menores teria induzido adolescentes a ingerirem bebidas alcoólicas antes de atos libidinosos

De acordo com a investigação da Polícia Civil, E. R. S. A. recebeu as menores em sua casa, na noite da última quarta-feira (9/10).

As vítimas T. S. R. e H. B. D., de apenas 12 anos, e V., 17 anos, haviam fugido de casa e combinaram de irem para a casa do suspeito para participar de uma “festa” que se estendeu até a madrugada desta quinta-feira (10/10).

Ainda segundo a corporação, em trajes íntimos, as adolescentes dançaram em uma piscina, tiraram fotos nuas no banheiro e uma delas recebeu sexo oral por parte do acusado.

O homem ainda tentou praticar conjunção carnal com as adolescentes. De acordo com a PC, o acusado ainda teria sugerido às menores sexo grupal, mas elas não aceitaram o pedido.

Denúncia

Após tomar conhecimento da fuga, a mãe de uma das jovens procurou a Polícia Civil e, após as devidas diligências, as menores foram localizadas.

Feita as oitivas dos envolvidos e coleta de provas, foi dada voz de prisão em flagrante delito ao investigado.

Após ser interrogado, E. R. S. A. foi conduzido ao sistema prisional, onde está à disposição do Poder Judiciário.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online