11/10/2019

MP denuncia homem que degolou idosa em Aparecida de Goiânia

A idosa foi encontrada morta dois dias depois de ficar desaparecida.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) denunciou um homem que degolou idosa por latrocínio, no Setor Parque das Nações, em Aparecida de Goiânia. O crime aconteceu em setembro desde ano e vitimou Aldacina Alves Pimentel, de 72 anos.

De acordo com a denúncia, Flenes Soares Gomes trabalhava em na construção de um imóvel na chácara de Aldacina. No dia 14 de setembro, quando pernoitava no local, ele foi até a casa da idosa.

Quando chegou, viu que a idosa alimentava alguns animais no galinheiro e se aproveitou da situação e desferiu vários golpes de faca contra a vítima.

A promotora de Justiça Simone Disconsi de Sá Campos relata que Flenes agiu  com perversidade e sorrateiramente, com o objetivo de roubar o carro da idosa.

Os golpes atingiram a região do coração e pulmão da idosa, mas o homem ainda cortou o pescoço da idosa, resultando no degolamento. Após cometer o crime, Flenes procurou a chave do carro e, quando achou, fugiu em alta velocidade.

Depois que conseguiu fugir, o homem vendeu o carro roubado por um valor bem abaixo de custo. Conforme a promotora, Flenes é filho do marido da irmã de Aldacina.

Além da condenação pelo crime praticado, foi requerida indenização, em razão dos prejuízos causados à vítima.

Relembre o caso do homem que degolou idosa em Aparecida de Goiânia

Foi preso no dia 26 de setembro o homem suspeito de matar uma idosa de 72 anos degolada, em Aparecida de Goiânia.

Ainda de acordo com a polícia, Flenes Gomes trabalhava com a vítima.  A idosa foi encontrada morta dois dias depois de ficar desaparecida.

A mulher foi encontrada por familiares com perfurações nas costas e um corte no pescoço. Possivelmente, os cortes foram provocados por meio de uma faca. A idosa morava com a filha, que disse que ela tinha sumido no sábado (14/9).

Via Dia Online 
Imagens Dia Online