11/10/2019

Visitantes de presidiários são presas por desacato e posse de drogas, em Luziânia

As duas mulheres foram visitar o irmão e o companheiro, ambos cumprem pena por roubo.

Duas visitantes de presidiários foram presas por desacato e posse de drogas ao tentar entrar na Penitenciária Masculina de Luziânia, a cerca de 196 quilômetros de Goiânia.

No primeiro caso, os servidores da penitenciária, unidade pertencente à 3ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração (DGAP), flagraram uma mulher tentando entrar com maconha no presídio.

Nesta quinta-feira (10/10), uma mulher foi fazer uma visita ao companheiro e estava com 30 gramas de uma substância análoga à maconha escondida em suas partes íntimas. O homem cumpre pena no local por roubo.

De acordo com o coordenador regional, Josimar Pires, os agentes intensificaram a fiscalização após uma denúncia anônima. Durante a revista pessoal, os servidores encontraram a droga.

Imediatamente, a mulher foi encaminhada para a confecção do laudo médico e, em seguida, encaminhada pra a Delegacia de Polícia do Município, junto à droga encontrada, para as providências cabíveis.

Outra visitante de presidiário presa por desacato e posse de drogas, em Luziânia

Em outro caso, no mesmo dia, outra visitante de presidiário também tentou entrar na penitenciária com drogas. Desta vez, uma mulher de 30 anos foi presa.

Após receber denúncia anônima de que a mulher estava portando drogas, os agentes intensificaram a revista pessoal. Ao ser escoltada para realizar o exame de raio X, junto ao Instituto Médico Legal (IML), localizado no município, a mulher teria desacatado os agentes após receber voz de prisão.

O desacato começou no momento que ela foi convidada a passar pelo exame e, ainda, se repetiu enquanto se encaminhava para o IML. A mulher ia visitar o irmão, que também cumpre pena por roubo.

Diante das circunstâncias, a mulher recebeu voz de prisão dos agentes e, de imediato, foi encaminhada para a delegacia para as devidas providências.

A direção da unidade abriu dois procedimentos administrativos internos para apurar os fatos e aplicar as devidas punições.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online