21/01/2020

Menina de 2 anos e avó são atropeladas em faixa de pedestre, em Goianésia

O motorista fugiu do local sem prestar socorro às vítimas. Ele ainda não foi identificado.

Uma menina de 2 anos e a avó foram atropeladas, no início da noite desta segunda-feira (20/1), enquanto atravessavam a faixa de pedestres, em Goianésia.

Conforme informações, uma mulher teria estacionado o veículo na Avenida Goiás, próximo a uma faixa de pedestre. Ela saiu do carro e deixou a filha, de 2 anos, e a avó da criança dentro do veículo.

De repente, a menina teria saído do carro e ido atrás da mãe, quando a avó percebeu a menina já estava na faixa de pedestres.

De imediato, a avó saiu correndo atrás da criança, momento que as duas foram atropeladas por um veículo que não observou a travessia das duas.

A menina chegou a ficar entre as rodas do carro. O motorista fugiu do local sem prestar socorro às vítimas. Ele ainda não foi identificado.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi acionado e encaminhou avó e neta para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. A menina teve lesões no rosto e na cabeça, já a avó teve escoriações na perna direita.

Além da menina de 2 anos e avó que foram atropeladas em faixa de pedestre, em Goianésia, uma criança morreu atropelada e motorista fugiu sem prestar socorro, em Caldas Novas

Uma tragédia envolvendo uma criança de apenas 10 anos foi registrada no dia 11 de novembro, no município de Caldas Novas, a 170 quilômetros de Goiânia. O menino, que saiu de perto dos pais e começou a vagar na GO-139 sem que eles percebessem, morreu após ser atropelado na rodovia. O motorista fugiu sem prestar socorro.

O menino Kauã de Lima Oliveira, de 10 anos, estava com a família em um posto de gasolina da região quando tudo aconteceu. Após levar uma bronca dos pais, Kauã saiu de perto deles e começou a andar sozinho pela rodovia, que não tem iluminação e acostamento adequados.

A avó de Kauã sentiu falta do menino e saiu para procurá-lo. Ele foi encontrava deitado e ferido na beira da rodovia. Kauã chegou a ser encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Pronto Atendimento Infantil (PAI), mas não resistiu aos ferimentos e acabou vindo a óbito.

A polícia esteve no local para fazer a perícia e encontrou marcas de frenagem de um veículo, partes de um retrovisor e parte interna do para-lama do que parece ser um carro preto. Entretanto, ainda não há pistas sobre quem teria atropelado a criança, uma vez que o motorista fugiu do local sem prestar nenhuma tipo de socorro.

O caso está sendo apurado pela delegacia de polícia de Caldas Novas.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online