12/02/2020

Idosa cai em golpe do bilhete premiado e perde mais de R$ 4 mil, em Formosa

A mulher disse para a idosa que precisa de ajuda na identificação de um bilhete premiado, pois era analfabeta.

Moradora de Formosa, interior de Goiás a cerca de 282 quilômetros da capital, uma idosa, de 79 anos, caiu no golpe do bilhete premiado e perdeu mais de R$ 4 mil reais.

Conforme informações repassadas pela vítima à Polícia Militar (PM), na tarde desta terça-feira (11/2), ela estava andando pela Avenida Tancredo Neves, no Setor Bosque, em Formosa, quando foi abordada por um desconhecida.

A mulher disse para a idosa que precisa de ajuda na identificação de um bilhete premiado, pois era analfabeta. Neste momento, outra mulher apareceu, viu o bilhete e fingiu ligar para a agência bancária para se certificar da veracidade do bilhete.

Após a confirmação forjada, a suposta ganhadora pediu ajuda para a vítima e para a comparsa, alegando que precisava deixar o bilhete com a idosa para resgatar no outro dia, mas para isso precisava de uma quantia em dinheiro como garantia.

A idosa foi até a agência bancária e, juntamente com as duas mulheres, fez um saque no valor de R$ 4.700 e entregou para a suposta ganhadora do bilhete premiado.

A mulher então entregou um envelope para a vítima com o suposto bilhete, mas, quando chegou em casa, a vítima percebeu que se tratava de talões de nota promissória em branco. A idosa registrou u boletim de ocorrência e o caso será investigado.

PC prende acusado de aplicar golpe do bilhete premiado, em Goiânia

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) prendeu um homem acusado de aplicar o golpe do bilhete premiado, em Goiânia. Segundo a corporação, Márcio Carlos dos Santos, de 51 anos, agia com mais duas pessoas que estão foragidas. São eles Sandra e Juliano, todos fazem parte da mesma família.

De acordo com informações da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), a prisão de Márcio Carlos aconteceu por meio da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) no último dia (8/11).

Os três investigados aplicaram juntos o golpe vulgarmente conhecido como bilhete premiado contra uma senhora idosa, de 74 anos. Segundo a corporação, o crime aconteceu no dia (11/10).

Na ocasião, a vítima pagou pelo bilhete a quantia de 29 mil reais. Para fazer o tal pagamento ela precisou realizar saques em seis agências bancárias diferentes, todos na companhia dos golpistas.

Os três golpistas pertencem à mesma família e são pai, filho e prima. Como as vítimas são sempre idosas e acabam deixando de procurar a polícia por vergonha da situação.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online