13/02/2020

Caso Valério Luiz – Júri popular de acusados é marcado para junho

Após quase oito anos do assassinato do jornalista e radialista Valério Luiz, os cinco acusados de cometerem o crime irão a júri popular, em junho desse ano.

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), marcou o júri popular dos acusados do assassinato do jornalista e radialista Valério Luiz para o dia 23 de junho deste ano.

Após quase oito anos do crime, o novo juiz responsável pelo caso, Lourival Machado de Costa, responsável pela 2ª Vara Criminal de Crimes Dolosos Contra a Vida, determinou que o júri será realizado ás 8h30 da manhã, no Fórum Cível de Goiânia.

Os cinco acusados pela morte de Valério Luiz são:

  • O cabo da Polícia Militar Ademá Figuerêdo Aguiar Filho (autor dos tiros);
  • O sargento reformado da Polícia Militar Djalma Gomes da Silva (articulador do crime);
  • Urbano de Carvalho Malta (articulador do crime);
  • O açougueiro Marcos Vinícius Pereira Xavier (articulador do crime);
  • O ex-Presidente do Atlético Clube Goianiense, Maurício Borges Sampaio (mandante).

Em postagem nas suas redes sociais, o filho do radialista, Valério Luiz Filho, fez alguns agradecimentos. Ele agradeceu as instituições da sociedade civil, o apoio público, a imprensa, os amigos e os familiares pelo apoio e, também, por não desistirem.

“Acho que nunca devemos perder a confiança na mobilização das pessoas de boa-vontade em prol das causas justas, e isso sempre será uma força muito poderosa”, afirmou em postagem.

Além disso, há quase um ano atrás, o juiz Jesseir Coelho de Alcântara declarou que não havia condições de marcar um júri para os acusados. Segundo ele, um caso com cinco acusados,  48 testemunhas e tamanha repercussão, não seria suportada pela falta de estrutura do Fórum Criminal.

Por fim, após saída de Jesseir do caso e a reforma no auditório do Fórum Heitor Moraes Fleury, possibilitando Júris de maior envergadura, o júri popular finalmente pode ser marcado.

Relembre o caso Valério Luiz

Caso Valério Luiz - Júri popular de acusados é marcado para junho
Reprodução

Em 5 de julho de 2012, Valério Luiz, 48 anos, foi assassinado. Primeiramente, o jornalista levou dois tiros de uma motoqueiro estacionado logo na saída da rádio 820 AM, em que trabalhava. Em seguida, conseguiu entrar no carro e dirigir alguns metros. Apesar disso, o motoqueiro desceu da moto e efetuou mais quatro disparos.

Por fim, o ex-vice-diretor e ex técnico do Atlético é acusado de ser o mandante do crime. A motivação seria as constantes criticas do jornalista a diretoria e ao próprio time nos programas em que participava

Via Dia Online 
Imagens Dia Online