14/05/2020

PRTB deve lançar Maycllyn como candidato à Prefeitura de Morrinhos

Para Denes Pereira, presidente do partido em Goiás, a candidatura de Carreiro já é um projeto sólido, com apoio do vice-presidente Mourão, da bancada na Alego e dos deputados Charles Bento e Júlio Pina.

Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) deve lançar o vereador Maycllyn Carreiro como candidato à prefeitura de Morrinhos, cidade da região Sul do estado. O interesse foi demonstrado pelo presidente estadual do partido, Denes Pereira. Para ele, o político é um dos melhores quadros do partido em Goiás.

Denes acredita que a “trajetória, a maturidade política e o prestígio do vereador” na cidade já o credenciam naturalmente na disputa pela gestão municipal de Morrinhos.

“A candidatura do Maycllyn Carreiro tem o apoio irrestrito do Vice-presidente da República General Mourão e da bancada do PRTB na Assembléia Legislatura de Goiás, os Deputados Estaduais Charles Bento e Júlio Pina, é um projeto sólido”, completou o presidente da PTTB em Goiás.

Maycllyn iniciou cedo a carreira política

O partido destaca ainda que o trabalho de Maycllyn por melhorias na saúde pública, por meio de projetos de lei e fiscalização. Por exemplo, durante a pandemia do novo coronavírus, vivida por todo o país, o vereador atuou para angariar doações junto ao Estado e ao empresariado morrinhense.

Em 2018, Maycllyn conseguiu quase dez mil votos para Deputado Estadual, sendo o candidato mais votado de Morrinhos, de acordo com informações de sua página oficial. Com o apoio expressivo, o vereador se tornou suplente na Assembléia Legislativa de Goiás (Alego).

Dois anos antes, em 2016, Maycllyn Carreiro foi eleito vereador por Morrinhos, sendo o vereador mais jovem da história da cidade. Ao longo do mandato, o vereador atuou junto pela instalação do programa Saúde em Movimento para Morrinhos. Dentre outras ações, o político foi autor da lei que garante vagas prioritárias em creches para filhos de mulheres vítimas de violência doméstica.

Maycllyn Carreiro é advogado e tem 29 anos.

Eleições 2020

Nesta terça-feira (12/5), o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afirmou que não cabe ao TSE alterar os prazos determinados pela legislação eleitoral, como é o caso da antecedência de seis meses para a transferência do domicílio eleitoral de candidatos, prevista no artigo 9º da Lei das Eleições. Até o momento, mesmo diante da pandemia da covid-19, o pleito que deverá ocorrer em outubro está mantido.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online