18/05/2020

Em dois dias, Rio Verde registra três casos de agressão contra mulheres

Uma das vítimas alegou perder duas gestações por causa das agressões.

O fim de semana foi marcado por casos de violência doméstica, em Rio Verde, no Sul Goiano. Em apenas dois dias, três casos de agressão contra mulheres foram registrados na cidade.

O primeiro registro foi feito no sábado (16/5). Um homem acionou a Polícia Militar relatando que a esposa estava “agressiva e descontrolada” quebrando os objetos da casa e o agredindo.

Quando chegaram no local, verificaram que a mulher contava outra história, dizendo ter sido agredida pelo marido pois ele não aceitava o fim do relacionamento. Ela conta que já teria sido agredida outras vezes e, inclusive, já teria perdido duas gestações.

Diante disso, a mulher, que está em resguardo gestacional, foi encaminhada para a delegacia, juntamente com o suposto agressor, para as devidas providências.

Os outros casos de agressão contra mulheres registrados em Rio Verde

Briga motivada por celular

Um outro caso de violência doméstica foi registrado no domingo (17/5), quando o pai da vítima ligou para a polícia afirmando que o namorado da filha a teria agredido e trancado em sua residência.

Quando chegaram no local, os policiais encontraram a vítima com lesões aparentes no rosto. Ao ser questionada, disse que ela e o namorado teriam discutido por causa de um celular e ele teria a agredido com socos.

Ante o exposto, as partes foram encaminhadas à Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis.

Término de relacionamento

O outro caso, também registrado no domingo (17/9), onde uma mulher teria sido agredida pelo ex-companheiro uma semana após o término do relacionamento.

Segundo versão da vítima, ela e o suposto agressor teriam rompido o relacionamento e, enquanto conversava com um amigo na porta da sua casa, o ex-companheiro teria pulado o muro adentrado na residência, momento que a agrediu com tapas e puxões de cabelo.

O homem foi encontrado ainda no interior da residência e encaminhado, juntamente com a vítima, para a Delegacia para as providências necessárias.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online