21/05/2020

Caldas Novas e Itumbiara confirmam primeiras mortes por covid-19

Os dois pacientes são pessoas idosas com idades de 67 e 77 anos.

Foram confirmadas nesta quinta-feira (21/5), as primeiras mortes por covid-19 em Caldas Novas e Itumbiara, municípios da Região Sul de Goiás. Até o momento, 85 óbitos foram registrados no Estado.

A Prefeitura de Caldas Novas, por meio da Secretaria de Saúde, anunciou a informação por meio das redes sociais no início da tarde desta quinta-feira (2/5). Trata-se de uma idosa, de 67 anos, esposa de um caminhoneiro que contraiu o vírus em uma viagem à São Paulo. A vítima já tinha vários problemas de saúde e encontrava-se internada em um hospital de Goiânia.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, o caminhoneiro, de 72 anos, ainda está em isolamento domiciliar, mas deve ser declarado recuperado nas próximas horas. De acordo com a publicação, todas as pessoas que tiveram contato com o casal estão sendo monitoradas e testaram negativo para doença.

Dados do Governo Estadual apontam seis casos confirmados, 100 suspeitos e 68 descartados na cidade.

Itumbiara e Caldas Novas confirmaram primeiras mortes por covid-19

Já em Itumbiara, o caso é de um idoso, de 77 anos, que estava internado no Hospital Municipal Modesto de Carvalho. De acordo com a Prefeitura, ele fez dois testes rápidos, sendo que o primeiro testou negativo para covid-19 e o segundo positivo. Apesar dos cuidados médicos, o idoso não resistiu e morreu durante a madrugada.

Dados do Governo Estadual apontam 17 casos confirmados na cidade, 168 suspeitos e 185 descartados na cidade.

Casos de coronavírus em Goiás

Até o início da tarde desta quinta-feira (21/5), conforme dados da Plataforma COVID-19, do Governo Estadual, 2.114 casos de coronavírus foram confirmados em Goiás. Outros 16.411 são suspeitos em análise e 6.354 foram descartados.

No total, 94 municípios goianos já confirmaram casos de coronavírus. Outros 113 contém somente casos suspeitos e 39 sem nenhum registro.

“Eventuais diferenças são justificadas por ajustes nas fichas de notificação pelos municípios, como por exemplo, a atualização do local de residência da pessoa”, informou a SES-GO por meio de nota.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online