22/05/2020

Menina relata ter sido beijada à força por dono de bar, em Rio Verde

A vítima e comunicante foram encaminhadas à delegacia para registrar a ocorrência.

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) foi acionada, nesta quinta-feira (21/5), para atender uma ocorrência de importunação sexual onde uma menina, de 11 anos, relatou ter sido beijada à força por dono de bar, em Rio Verde.

A equipe foi acionada via copom, onde a solicitante comunicou que sua enteada, de 11 anos, contou ter sido agarrada por um homem. A mulher disse que a menina chegou em casa muito nervosa e, após ouvir os relatos, ligou para a Polícia Militar.

Conforme informações da vítima, o homem teria a beijado à força e perguntado se ela queria algo. Segundo informações de pessoas que moram no local, o homem é proprietário de um bar, localizado nas proximidades do bairro Promissão.

Os militares se deslocaram até o endereço do suposto autor, mas não conseguiu localizá-lo. Diante dos fatos, a vítima e comunicante foram encaminhadas à delegacia para registrar a ocorrência. O caso será investigado.

Caso de menina que relatou ter sido beijada à força por dono de bar, em Rio Verde, pode ser considerado também como importunação sexual; veja como identificar

Em vigor desde setembro de 2018, o crime de importunação sexual pode render de um a cinco anos de prisão. Por ser uma lei recente, muitas mulheres ainda não sabem como identificar este tipo de crime, deixando assim de registrar uma ocorrência.

“A importunação sexual é você praticar esse ato libidinoso contra alguém e sem anuência. Ou seja, sem a permissão, sem o consentimento dessa pessoa. Já o assédio sexual, ele é basicamente em relações laborais, que é você tentar constranger alguém para obter alguma vantagem, algum benefício de caráter sexual, só que você se prevalece daquela condição sua de superior hierárquico, uma ascendência. Tem que ser inerente de um emprego de um cargo ou função”, esclareceu a delegada Paula Meotti, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Goiânia.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online