25/05/2020

Isolamento em Goiás sobe para 47%; 110 cidades são afetadas pela covid-19

Dados são deste domingo (24/5), levantados pela empresa In Loco. Na última semana, a taxa de isolamento no estado foi de apenas 35%, atingindo vermelho em relação aos outros estados brasileiros.

O índice de isolamento social em Goiás, neste domingo (24/5), subiu para 47,1%. O dado, levantado pela empresa In Loco, foi divulgado na plataforma Covid-19, do governo estadual. Na última semana, a taxa de distanciamento no estado foi de apenas 35%, atingindo vermelho em relação aos outros estados brasileiros.

Também de acordo com a plataforma, até a manhã desta segunda-feira (25/5), Goiás já tem 110 cidades afetadas pelo novo coronavírus. Outras 106 cidades investigam casos suspeitos e apenas 30 não tem notificações da doença.

Goiás atinge nível vermelho em isolamento

Na última quarta-feira (21/5), Goiás chegou ao nível vermelho de isolamento social em comparação aos outros estados brasileiros. O índice registrado foi de apenas 35,9%, segundo a base In Loco. Ainda conforme a pesquisa, o Amapá liderava o ranking nacional de isolamento, com taxa de 55,80%. Atualmente o estado tem índice de 60,73%.

Até a data, 94 municípios goianos haviam confirmado casos de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Outros 113 investigavam casos suspeitos e 39 não tinham registros do vírus.

Casos de covid-19 em Goiás passam de 2.500, aponta plataforma

Ainda segundo a plataforma Covid-19, Goiás tem 2.509 casos confirmados da doença e outros 17.688 suspeitos em investigação. Até a manhã desta segunda, 7.642 notificações suspeitas foram descartadas. Até ontem (24/5), o Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO) analisava 144 amostras.

O estado tem 95 óbitos confirmados, de acordo com Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO). Há 19 óbitos suspeitos que estão em investigação. Já foram descartadas 204 mortes suspeitas nos municípios goianos. No estado, Goiânia concentra o maior número de casos e de mortes, sendo 1.416 e 39, respectivamente.

Em boletim, a SES-GO esclarece que: “Os dados podem ser alterados para mais ou para menos conforme investigação das Vigilância Epidemiológicas Municipais e atualização das fichas de notificações pelos municípios nos sistemas oficiais. Diante de eventuais inconsistências nos números, estes serão atualizados a partir das correções feitas pelas cidades nos sistemas de notificação.”

Via Dia Online 
Imagens Dia Online