31/05/2020

Conselho de Educação suspende aulas presenciais até 30 de junho, em Goiás

O órgão tomou a decisão após acatar a recomendação da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO). Férias de julho ficam mantidas.

O Conselho Estadual de Educação de Goiás (CEE) publicou, no último sábado (30/5), uma resolução em que determina a manutenção da suspensão das aulas presenciais nas escolas do estado até o dia 30 de junho, com as férias escolares sendo mantidas em julho. O órgão tomou a decisão após acatar a recomendação da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

De acordo com a resolução, com base na Lei Complementar n. 26/98, no Decreto n. 9833/2020 e na Nota Técnica da SES-GO, que recomenda a suspensão das atividades presenciais em escolas até 31/7, o Conselho determinou que o regime especial de aulas não presenciais e presenciais “realizadas por meio de tecnologias, normatizado pela Resolução CEE/CP n. 02/2020 seja estabelecido até o dia 30 de junho de 2020”.

Ainda conforme o documento, a férias de julho ficam mantidas, tendo duração até o dia 31 de julho.

Aulas presenciais da rede municipal de ensino de Goiânia podem voltar em agosto, diz secretário

Em entrevista a uma rádio local na última quinta-feira (28/5), o secretário municipal de Educação e Esporte de Goiânia, Marcelo Costa, informou que há uma possibilidade de as aulas presenciais da rede municipal retornarem no dia 1º de agosto. Segundo ele, tudo vai depender de como se mostrará o panorama epidemiológico na capital em julho.

O secretário afirmou que a pasta vê a possibilidade de retorno das aulas presenciais em agosto com otimismo, e que estudos já estão sendo feitos para que isso possa ocorrer.

“É uma previsão otimista que nós estamos fazendo, mas ela depende exclusivamente do panorama epidemiológico que se apresentará em julho. Mas pra isso nós já começamos estudos tanto em regime de colaboração com a Secretaria de Estado da Educação e secretarias municipais para que a gente possa, a partir desse esforço, garantir uma volta segura tanto para nossos alunos quanto para as famílias dos nossos educandos“, declarou Costa.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online