02/06/2020

Isolamento em Goiás atinge nível vermelho; casos de covid-19 passam de 4 mil

Até a manhã de hoje, outras doze mortes foram registradas em relação ao boletim de ontem (1º), totalizando 139.

O isolamento em Goiás chegou novamente ao nível vermelho em comparação aos outros estados brasileiros. O índice registrado foi de 36,3%, de acordo com levantamento da empresa In Loco nesta terça-feira (2/6). Ainda conforme a pesquisa, o Amapá lidera o ranking nacional de isolamento, com taxa de 49,3%, único estado com nível amarelo.

Até o momento, 133 cidades goianas já confirmaram casos de covid-19. Outros 91 investigam casos suspeitos e apenas 22 não tem registros do vírus. Os dados são da plataforma Covid-19, do governo estadual, e foram atualizados às 5h20 desta terça-feira (2/6).

Isolamento em Goiás atinge nível vermelho; casos de covid-19 passam de 4 mil
Foto: Reprodução/Covid-19/Governo de Goiás/ In Loco

Isolamento em Goiás: com flexibilização em algumas cidades, casos de covid-19 passam de 4 mil

Além disso, Goiás também passou a marca de 4 mil casos do novo coronavírus, já são 179 casos a mais do que o divulgado no último informe epidemiológico, na tarde desta segunda-feira (1/6).

Goiás registra, também até manhã de hoje, 23.867 casos suspeitos da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, que são investigados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO). Outros 10.199 casos suspeitos já foram descartados.

Até a manhã de hoje, outras doze mortes foram registradas em relação ao boletim de ontem (1º), totalizando 139. Este já é o novo recorde de óbitos dentro do mesmo período, pois o número pode subir até a divulgação oficial de um novo informe, que deve acontecer na tarde de hoje.

Perfil dos infectados pelo coronavírus

A maioria dos infectados pelo novo coronavírus são do sexo feminino, representando 51,4% do total, contra 48,6% do sexo masculino.  Em relação as comorbidades, a maioria dos infectados já possuía doença cardiovascular, diabetes, doença respiratória e outros.Entre os contaminados, a maioria tem menos de 60 anos, sendo:

  • 30 a 39 anos: 1.033 casos
  • 40 a 49 anos: 907 casos
  • 20 a 29 anos: 675
  • 50 a 59 anos: 599
Via Dia Online 
Imagens Dia Online