03/06/2020

Caiado diz que Bolsonaro participará de inauguração do HCamp de Águas Lindas

O HCamp de Águas Lindas de Goiás começará a funcionar nesta quarta-feira (3/6).

Após reunião nesta terça-feira (2/6), o Governador Ronaldo Caiado disse que Bolsonaro participará da inauguração do Hospital de Campanha (HCamp) de Águas Lindas, no entorno do Distrito Federal.

As obras do hospital foram concluídas há mais de um mês e o governo do Estado estava “aguardando uma resposta do ministro da Saúde e do presidente da República para marcar essa inauguração o mais rápido possível”, disse Caiado em live na última segunda-feira (1/6).

Caiado e Bolsonaro participam de inauguração do HCamp de Águas Lindas

Por meio de redes sociais, o governador de Goiás afirmou que a inauguração deve acontecer na próxima sexta-feira (5/6), durante a manhã, com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro. Veja a publicação feita por Caiado no início da noite desta terça-feira (2/6) no Twitter.

“Saí agora de uma reunião com @jairbolsonaro. Ele confirmou presença e vamos inaugurar o Hospital de Campanha de Águas Lindas na próxima sexta-feira, dia 5, às 8h30. Obra feita pelo Governo Federal. O Estado será responsável pelo funcionamento dele. Obrigado, presidente!”

Funcionamento do Hospital de Campanha

Antes mesmo de ser definida uma data para o evento de inauguração, a unidade já começaria a receber pacientes acometidos da covid-19. O HCamp de Águas Lindas de Goiás começará a funcionar nesta quarta-feira (3/6). O anúncio feito pelo governador Ronaldo Caiado em uma live realizada na última segunda-feira (1/6).

Este é o terceiro hospital público preparado para receber pessoas acometidas da doença provocada pelo novo coronavírus, em Goiás. Além dele, também estão em funcionamento o Hospital de Campanha para Enfrentamento ao Coronavírus (HCamp), em Goiânia, e o Hospital Regional de Luziânia (HLR), no Entorno do DF.

No mês passado, o governador havia reclamado da demora do governo federal em transferir o hospital de Águas Lindas para o governo estadual, e detalhou à época que a unidade não teria leitos de UTI, mas apenas de enfermaria. São 200 leitos.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online