20/06/2020

Sargento da reserva da PM de Goiás morre vítima da covid-19

Ele morreu neste sábado (20/6), após agravamento no quadro de saúde. Segundo nota de pesar, última unidade de lotação de Wagner Luiz de Almeida foi o 8º Batalhão, em Aparecida de Goiânia.

Um sargento da reserva da PM de Goiás morreu, neste sábado (20/6), por conta da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A informação foi confirmada por meio de nota oficial publicada pela Polícia Militar. A última unidade de lotação de Wagner Luiz de Almeida, de 54 anos, foi o 8º BPM, em Aparecida de Goiânia.

De acordo com o texto, o sargento da reserva não resistiu ao agravamento do quadro de saúde, diante da infecção pelo novo vírus. Informações sobre o tempo de internação do policial.

Leia a nota de pesar na íntegra:

É com imenso pesar que a Polícia Militar do Estado de Goiás informa o falecimento do Sargento da Reserva Wagner Luiz de Almeida.A última unidade de lotação do policial foi o 08º Batalhão de Polícia Militar – 02º CRPM, em Aparecida de Goiânia-GO.O policial faleceu em razão do agravamento de seu quadro de COVID 19. A Polícia Militar do Estado de Goiás se solidariza e deseja que Deus, em sua infinita bondade e misericórdia, possa confortar e fortalecer a todos os familiares e amigos!

PM de Goiás já registra morte de vítima da covid-19

No início do mês, a PM de Goiás confirmou a primeira morte de um policial, vítima da covid-19 no estado. O soldado Ubirajara Luis de Sales, de 37 anos, que estava na corporação há quase seis anos, morreu após ser internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Goiânia.

Leia na íntegra:

É com imenso pesar que a PMGO informa o falecimento de Ubirajara Luis De Sales, lotado no 9º BPM / 1º CRPM. O horário do velório e sepultamento, serão passados posteriormente. A Polícia Militar do Estado de Goiás se solidariza e deseja que Deus, em sua infinita bondade e misericórdia, possa confortar e fortalecer a todos os familiares e amigos!

Goiás tem, até o momento, 15.149 casos confirmados da doença e e 295 mortes.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online