30/06/2020

Criança de 3 anos, sem cadeirinha, fica gravemente ferida em batida na BR-153

Uma mulher de 29 anos, mãe do menino, sofreu ferimentos leves e o motorista não se machucou. O acidente, envolvendo um carro e uma caminhonete, ocorreu nesta madrugada (30), em Uruaçu.

Uma criança de 3 anos ficou gravemente ferida durante uma batida entre um carro de passeio e uma caminhonete na BR-153, em Uruaçu, na região Norte de Goiás. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o menino viajava no banco traseiro do veículo, sem a cadeirinha. O acidente ocorreu no início da manhã desta terça-feira (30/6).

Ainda de acordo com a corporação, o carro em que o menino estava, junto da mãe e o motorista, seguia de Uruaçu para Campinorte e, durante uma manobra de ultrapassagem deparou-se com a caminhonete que seguia em sentido oposto. A caminhonete, tentando evitar a colisão, foi para o acostamento, manobra também feita pelo condutor do Gol.

A batida frontal entre os veículos acabou acontecendo no acostamento da via, na altura do quilômetro 192.

Mãe de criança de 3 anos, gravemente ferida em acidente, teve escoriações e motorista não se feriu

Ainda conforme informações da PRF, além da criança de 3 anos, no carro também estavam a mãe dele, de 29 anos, e o motorista. A mulher sofreu ferimentos leves e o condutor do veículo não se feriu, assim como o motorista da caminhonete.

O menino foi socorrido e encaminhado a uma unidade hospitalar de Uruaçu. A PRF realizou o teste do bafômetro nos dois motoristas e não foi constatada embriaguez.

A batida acontece próximo à unidade operacional da PRF em Uruaçu. A corporação reforçou ainda que local onde o acidente ocorreu é uma reta e está sem sinalização; o trecho passa por obras de manutenção.

Uso da cadeirinha para transporte de crianças é obrigatório

Em maio de 2008 entrou em vigor a resolução 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que determina o uso de assentos especiais para bebês e crianças de acordo com a idade. Segundo dados do Ministério da Saúde, o uso da cadeirinha resulta em queda constante do número de mortes de crianças em acidentes de trânsito.

Motoristas que estiverem transportando crianças sem respeitar essas condições estão sujeitos a multa (a infração é classificada como gravíssima), e ter o veículo apreendido pela autoridade de trânsito até que a irregularidade seja corrigida.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online