07/07/2020

Presidente da Alego, mulher e filhos testam positivo para covid-19

Em postagem em rede social, Lissauer Vieira disse que todos estão isolados e bem, sem complicações.

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), testou positivo para covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O resultado do teste foi divulgado por ele, nesta terça-feira (7/7), por meio da rede social. A esposa do parlamentar, Kamila Vieira, e os dois filhos também foram diagnosticados com a doença.

Na postagem, Lissauer disse que estão todos isolados em casa e todos bem, sem complicações. Leia na íntegra:

“Essa publicação é para agradecer imensamente todas as mensagens de apoio e orações que eu e minha família temos recebido. Como já previa, meu resultado para o coronavírus foi positivo. Hoje completa uma semana que estou em quarentena com alguns sintomas da Covid-19. Minha esposa @kamilavieira, meus filhos Carlos Neto e Maria Eduarda, também testaram positivos, mas felizmente estamos todos em casa e sem grandes complicações. Um dia de cada vez e vamos evoluindo, se Deus quiser! Obrigado a todos pelos votos de pronta recuperação.”

Presidente da Alego se isolou após sentir sintomas da covid-19

No último dia 2, também pela rede social, o presidente da Alego anunciou que estava isolado, desde o dia 30, após sentir sintomas de covid-19. Lissauer anunciou que estava como dor nas costas, tosse e perda de olfato. Veja a mensagem postada à época:

Nem sempre trazemos boas notícias, hoje venho comunicar que estou com sintomas leves da Covid-19, já fiz o exame e estou aguardando o resultado. Desde a última terça-feira, 30, comecei a sentir dor nas costas, tosse e perda de olfato, então fiquei alerta e me isolei. Não saí de casa para nenhum compromisso e participei de reuniões somente de forma virtual. Estou seguindo todas as recomendações médicas e, principalmente, cumprindo a quarentena. Graças a Deus, estou bem! Se você puder, fique em casa! 

Alego suspende atividades em julho

Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) anunciou a suspensão das atividades presenciais até o fim deste mês de julho. O decreto da Mesa Diretora foi publicado também na quinta-feira (2/7).

Durante o período de suspensão das atividades, o prédio do Legislativo passará por procedimentos de sanitização. A presidência reforça que os servidores não devem comparecer às dependências da Casa durante o processo, uma vez que os produtos utilizados no processo são prejudiciais à saúde humana.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online