08/07/2020

Apenas on-line, Campus Party Goiás Digital acontece entre 9 e 11 de julho

Evento será realizado de 9 a 11 de julho, com inscrições gratuitas. Além do hackathon, há palestras realizadas em todo o mundo.

Pela primeira vez totalmente on-line, a Campus Party Goiás Digital está com as inscrições gratuitas abertas até esta quarta-feira (8/7). O evento será realizado entre os dias 9 a 11 de julho e transmitido simultaneamente em 50 países. Além disso, conta com a participação de diversos palestrantes brasileiros e estrangeiros.

O hackathon da Campus Party Goiás Digital, como é chamado o desafio tecnológico, terá como temas agronegócio, logística, indústria, saúde, educação e ação social. Assim, um dos diferenciais da maratona de programação deste ano é que serão disponibilizados o acesso a dados abertos do Governo de Goiás e de outros parceiros. Dessa maneira, o objetivo é, por meio da análise desse banco de dados, encontrar soluções tecnológicas para problemas reais, além de fomentar iniciativas inovadoras.

Serão selecionadas as dez melhores propostas de acordo com os seguintes critérios de avaliação: criatividade, inovação, proposta de valor, possibilidade de implantação e uso dos recursos tecnológicos disponibilizados. Ademais, entre as dez, serão premiadas as três melhores soluções escolhidas pelos avaliadores.

Como funciona o hackathon da Campus Party Goiás Digital

A formação e integração das equipes, com no mínimo de quatro e máximo de cinco integrantes, será realizada durante a primeira fase do desafio. Assim, os participantes terão acesso a dados abertos e ferramentas, contarão também com a mentoria de profissionais de áreas estratégicas para atendimento aos desafios.

O hackathon é composto por três fases: formação de equipes e propostas de projeto; desenvolvimento e entrega da solução e demonstração da solução. A primeira fase tem início quinta-feira (9/7), às 14h, quando a Comissão Organizadora apresentará os desafios ou problemas que precisam ser vencidos ou resolvidos, os recursos tecnológicos e os dados abertos disponíveis, e os mentores que estarão acompanhando e orientando os participantes.

A segunda fase, que começa na sexta-feira (10/7), às 15h, durará exatamente 24 horas, e consiste em desenvolver uma solução para o problema apresentado. A terceira e última etapa terá início às 15h30 do sábado (11/7) e é caracterizada pela demonstração da ferramenta criada durante a maratona.

Palestras no Brasil e também internacionais

A interação brasileira da Campus Party com o evento global será concentrada em três locais: Brasília, Goiás e Amazônia. Dessa maneira, além do Palco Principal e Global, outros cinco temáticos transmitirão palestras em formato ao vivo e on demand, com a finalidade de arrecadar fundos à ONG internacional dos Médicos Sem Fronteiras.

Quem está acostumado com a versão física do evento pode estranhar um pouco a falta de contato com outras pessoas e o tradicional mar de barraquinhas. A pandemia do coronavírus fez essa parte ser cancelada, mas nesta edição digital, o participante poderá conferir as palestras do inventor do protocolo World Wide Web,  Tim Berners-Lee; do vice-presidente e evangelista-chefe de internet do Google, Vinton G. Cerf; e do ex-vice-presidente americano, Al Gore. Eles participação de live no dia 10 de julho, às 12h, sobre tema da edição global 2020 da Campus Party, “Reboot the Planet”, que em tradução livre quer dizer “reiniciar o planeta”

Outra participação importante será do analista de sistemas Edward Snowden, que tornou públicos detalhes de vários programas de vigilância global do governo americano. Ele fala no dia 11 de julho, às 11h, em uma conversa também sobre esse novo momento global. De acordo com a organização, as lives contarão com tradução.

Ao se inscrever, o campuseiro poderá acompanhar o conteúdo de todas elas, assim como das edições internacionais. Os três polos brasileiros terão diversos palcos com temáticas diferentes, como o Green Deal (energia limpa e sustentável), Joy of Live (entretenimento digital) e Living Better (saúde e ciência). Além disso, New Horizons (educação e cidades inteligentes) e Work Life (emprego e economia).

Via Dia Online 
Imagens Dia Online