13/07/2020

Em Aparecida, socorrista do Samu cai de moto, bate em boca de lobo e morre

O socorrista do Samu Edgar Mamede ia a um plantão quando caiu da moto em um desnível da pista, em Aparecida de Goiânia.

Um socorrista do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) morreu em acidente de moto ao passar por desnível em rua do bairro Veiga Jardim, em Aparecida de Goiânia. Durante o final de semana, Edgar Mamede, de 43 anos, estava a caminho do Samu para realizar plantão, quando, a um quilômetro da sede, perdeu o controle da motocicleta e caiu. A sua moto foi arrastada por mais de 50 metros antes do socorrista se chocar a uma boca de lobo. Edgar morreu no local.

De acordo com testemunhas, o acidente foi causado por desnível em obra, deixado no local, por equipe da Saneago. Por sua vez, a empresa de abastecimento e fornecimento de água disse, em nota (veja abaixo), que, apesar do desnível, o local estava sinalizado.  Também lamentou a fatalidade. A Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia também divulgou nota lamentando o acidente, destacando a atuação de Mamede no Samu, por dez anos. “Ele atuava no Samu há 10 anos, desempenhando sua função sempre com responsabilidade e cuidado”.

Os próprios colegas de Edgar no Samu, aos quais o socorrista iria se juntar naquela manhã se não houvesse sofrido o acidente, atenderam a ocorrência. No local, fizeram o que estava ao alcance para socorrer o amigo de trabalho, informaram. Edgar era casado e deixou um filho de 7 anos.

Leia nota da Saneago em relação ao acidente envolvendo o socorrista do Samu Edgar Mamede, de 43 anos, que morreu após passar em desnível no asfalto e bater em boca de lobo

“A Saneago informa que, no local, estão sendo executadas obras referentes ao contrato do Linhão Central. Ressaltamos que a Avenida Escultor Veiga Vale recebeu a devida sinalização e que as alterações no trânsito da região passaram por acompanhamento da Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte de Aparecida de Goiânia (SMTA). A Saneago lamenta o ocorrido e presta solidariedade à família da vítima”.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online