27/07/2020

Motorista bêbado é preso, pela 2ª vez, após acidente na BR-040, em Luziânia

O homem já havia sido condenado em 2018 por crime semelhante, de natureza gravíssima.

Um motorista bêbado foi preso na noite deste domingo (26/7), após ser envolver em um acidente na BR-040, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), esta é a segunda vez que o homem é detido pelo mesmo motivo.

Conforme informações, os policiais rodoviários federais foram acionados para atender uma ocorrência de acidente de trânsito e quando chegaram no local verificaram que um dos condutores apresentava sinais de embriaguez.

O homem foi submetido ao teste do bafômetro, que acusou o valor de 1,26mg de álcool por litro de ar alveolar, mais de quatro vezes o valor mínimo para configurar crime (0,30mg/L).

Ao verificar a identidade do motorista bêbado, de 28 anos, os policiais constataram, após consulta no sistema, que o homem já possui antecedentes criminais.

Na ficha do motorista, já consta uma condenação por embriaguez ao volante e lesão corporal de natureza gravíssima, em 2018. Na ocasião, ele também se envolveu em outro acidente de trânsito, quando também dirigiu sob influência de álcool.

Diante disso, o homem foi preso e encaminhado à Delegacia da Polícia Civil de Luziânia, em Goiás, onde está à disposição do Poder Judiciário.

Além do motorista bêbado preso na BR-040, em Luziânia, outros acidentes deixaram mortos e feridos durante fim de semana

De acordo com balanço apresentado na manhã desta segunda-feira (27/7) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), somente no fim de semana nove acidentes foram atendidos, deixando mortos e feridos.

Entre sexta-feira (24/7) e domingo (26/7), dez pessoas ficaram feridas e duas morreram em acidentes em rodovias goianas. Além disso, outras diversas infrações foram flagradas pela PRF.

Segundo dados apresentados, os policiais rodoviários federais notificaram 727 motoristas por infrações diversas, onde 52 condutores foram flagrados em ultrapassagens proibidas, 43 estavam sem cinto de segurança e dez condutores foram reprovados no teste de alcoolemia. No total, foram fiscalizadas 3.007 pessoas e 3.691 veículos.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online