30/07/2020

Feira Hippie deve voltar às atividades neste fim de semana, em Goiânia

Os feirantes cederam e vão abrir mão de um dia de trabalho, as sextas-feiras, conforme determinado pela Prefeitura de Goiânia. Pelo menos por ora.

A Feira Hippie, tradicional feira de Goiânia, que está há meses em inatividade em razão da pandemia do novo coronavírus, deve retornar neste final de semana. A feira tinha autorização para funcionar desde o último sábado (25/7) e domingo (26/7). Mas como forma de protesto contra a Prefeitura de Goiânia por não poderem exercer atividade nas sexta-feiras, os feirantes decidiram esperar mais uma semana.

A um veículo local, o presidente da Associação dos Feirantes, Waldivino da Silva, disse que haverá uma nova reunião com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec) para tratar do assunto. Segundo Waldivino, a Feira Hippie vai voltar, mas é necessário se ter essa conversa com o secretário. “Muitas deficiências precisam ser corrigidas”, afirmou.

Por enquanto, os feirantes cederam. A associação encaminhou um comunicado em que diz abrir mão de um dia de trabalho por entender a necessidade do momento para controle da covid-19. Entretanto, pede que a Feira Hippie volte a ter direito de exercer atividade na sexta-feira.

Em uma live recente, o titular da Sedetec, Walison Moreira, declarou que uma liberação provisória das sextas-feiras pode sim ocorrer.

Feira Hippie decidiu não voltar no último fim de semana

A decisão de não retornar no último fim de semana (25 e 26/7) foi informada por Waldivino da Silva, em entrevista a uma rádio local na manhã d0 dia 24/7. De acordo com Waldivino na ocasião, a notícia de que os feirantes não poderiam exercer as atividades na sexta-feira chegou de surpresa, uma vez que os protocolos de segurança estão sendo devidamente cumpridos.

Para o presidente da associação, o impedimento da prefeitura é prejudicial para o autônomo que atua na Feira Hippie. Ele revelou que o planejamento havia sido feito com a prefeitura para voltar a funcionar nesta sexta-feira, “que é o dia de voltar a funcionar”. “Nosso cliente de compra vem na quinta feira e fica até sexta-feira até as 18h, então essa conquista da sexta nós clamamos para o prefeito ainda em 2017”, ressaltou.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online