30/07/2020

Goiás soma mais de 3 mil profissionais de saúde com covid-19

Em Goiânia, programa oferece apoio psicossocial para profissionais que atuam na linha de frente de combate ao novo coronavírus.

De acordo com a plataforma estadual de monitoramento do novo coronavírus, Goiás já soma mais de 3 mil profissionais de saúde com covid-19. O total de infectados já passa de 64 mil, segundo última atualização, às 6h20 desta quinta-feira (30/7).

Os dados apontam que os profissionais de saúde representam 4.7% do total das infecções pela covid-19 no estado. A categoria mais contaminada é a dos técnicos e auxiliares de enfermagem, com 2.0%. Em seguida estão os enfermeiros com 0.9% dos casos. Os médicos e outros trabalhadores de saúde apresentam taxa de 0.7% das contaminações. Trabalhadores administrativos da saúde e fisioterapeutas têm 0.3% e 0.2% dos casos, respectivamente.

Veja na lista a quantidade de profissionais contaminados:

  • Técnicos ou auxiliares de enfermagem: 1.294
  • Enfermeiros: 570
  • Outros trabalhadores da saúde: 475
  • Médicos: 422
  • Trabalhadores administrativos da saúde: 177
  • Fisioterapeuta: 114

Profissionais de saúde recebem apoio psicológico virtual durante pandemia da covid-19

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), desenvolveu uma ação de apoio psicossocial aos profissionais da saúde que trabalham na linha de frente para atender pacientes com a covid-19. O Projeto para Suporte Psicossocial Mediante Grupos Virtuais é realizado através das plataformas que possibilitam a comunicação com áudio e vídeo.

O objetivo é dar apoio à saúde emocional de todos os profissionais que estão diante de diferentes situações vivenciadas durante a pandemia, abordando temas, como comportamentos ansiosos, estresse, perdas e luto, angústia, medo, habilidades para vida, cuidados com a saúde e outros.

Os encontros acontecem semanalmente em salas virtuais com cerca de 10 participantes e duração entre 40 minutos e uma hora. Para cada sessão há um psicólogo dando o suporte psicossocial necessário a cada caso e pelo menos 25 psicólogos já participam nos atendimentos até o momento.

“O apoio psicossocial aos trabalhadores da saúde é de extrema importância tanto para os servidores como para a própria secretaria, pois com profissionais amparados e confiantes haverá tanto a melhora pessoal para enfrentar a pandemia como no atendimento aos pacientes”, afirma a diretora de gestão e desenvolvimento de pessoas da SMS, Camila Lucas de Souza.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online