18/11/2020

PRF prende grupo suspeito de fraudar auxílio emergencial, em Jataí

O grupo se utilizava de diversos documentos para fazer os saques do auxílio.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na noite da última terça-feira (17/11), dois homens e duas mulheres suspeitos de usar documentos falsos para sacar o auxílio emergencial. Os policiais encontraram, num carro em que o grupo estava, diversos documentos de identidade que estavam escondidos entre o assoalho do teto e o forro. A descoberta levou um deles a confessar o crime.

Conforme a PRF, por volta das 19h de ontem, policiais rodoviários federais pararam um veículo Hyundai HB20 para fiscalização. No carro estavam o motorista, 23 anos, um passageiro, 22, e duas passageiras, de 19 e 21 anos de idade. O comportamento nervoso e contraditório dos ocupantes, segundo a polícia, levantou suspeita, s a equipe da PRF decidiu fazer uma vistoria detalhada no veículo.

Durante as buscas no veículo os policiais encontraram, escondidos entre o assoalho do teto e o forro, diversos documentos de identidade. Um dos documentos estava com a foto do passageiro, outro com a foto do motorista, cinco continham a foto de uma das passageira, um com a foto da outra passageira e uma identidade continha foto de pessoa desconhecida.

Ainda de acordo com a PRF, após os policiais encontrarem os documentos, uma das passageiras confessou a falsidade, revelou o verdadeiro nome e apresentou senha de atendimento da Caixa Econômica Federal do município de Mineiros, em Goiás, onde o grupo havia realizado os saques.

A equipe PRF encontrou a quantia total de R$4, 3 mil com o quarteto, que acabou confessando que os documentos eram utilizados para realizarem saques da espécie “saque aniversário” do auxílio emergencial.

O grupo, que afirmou ser residente em Formosa, no Entorno do Distrito Federal, foi preso por suspeita de estelionato e encaminhado à Polícia Federal em Jataí.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online