25/11/2020

Polícia de Goiás publica cartilha sobre golpes usados por criminosos na Black Friday

A corporação chama a atenção para links suspeitos e mensagens falsas que podem levar o consumidor a ser vítima de estelionato.

A Polícia Civil de Goiás divulgou, nesta quarta-feira (25), uma cartilha com informações de auxílio na prevenção contra golpes na Black Friday, dia em que as empresas fazem promoções e liquidações de suas mercadorias. A corporação chama a atenção para links suspeitos e mensagens falsas que podem levar o consumidor a ser vítima de estelionato nesta sexta-feira, dia 27, data do evento.

A cartilha traz informações sobre os principais tipos de golpe que são aplicados na Black Friday e que induzem indivíduos desprevenidos a compartilharem informações bancárias e fazerem depósitos para os bandidos.

Ainda conforme a Polícia Civil, amanhã, quinta-feira (26/11), o delegado Cássio Arantes, adjunto da Deic, concederá entrevista orientativa sobre os cuidados que se deve tomar nesta Black Friday para não cair em golpes.

Confira as informações divulgadas na cartilha da PC sobre os golpes usados na Black Friday:

  • Links fraudulentos: caracterizados pelo direcionamento da vítima pelo golpista a um site falso de uma loja virtual, cujas características são extremamente similares às do site oficial. Por ocasião da compra, são apresentados formulários a serem preenchidos com informações bancárias e pessoais. Alguns pedem para instalar um aplicativo. A vítima é enganada com a instalação de um código que monitora tudo que for realizado onde ocorreu a instalação.
  • Falsas mensagens: comuns em aplicativos eredes sociais onde são divulgados prêmios fakes. Avítima é levada a clicar na falsa promoção, direcionadaa sites fraudulentos (conhecidos como phishing),havendo casos, inclusive, em que é solicitada ainstalação de aplicativos com pedido para que sejamdigitados códigos, os quais, na verdade, viabilizam omonitoramento de tudo que for feito pelo usuário doequipamento no qual ocorreu a instalação
  • Sites maliciosos: maliciosos: são verificados erificados em promoções omoçõesfalsas de anúncios patrocinados em redes sociais comoo Facebook, Twitter, Instagram e em aplicativos como oWattsApp, Telegram etc. Nele é comum que a vítimafaça compras por meio de boletos bancários falsos oucartões de crédito, estes geralmente clonados pelosgolpistas. O produto supostamente adquirido não existee provavelmente não será recebido pela vítima.
  • Golpe do duplica duplica duplica e divide:é representado por um falsodes conto, cujo ar tifí c io é oa u m e n t o d o s p r e ç o s p e l ovendedor antes da Black Friday,seguido da diminuição dos preçosdurante a promoção, fazendo crerque há um desconto, na verdadeinexistente.
Via Dia Online 
Imagens Dia Online