03/05/2021

Blackbook Bananada: galeria virtual faz leilão de obras de diversos artistas

Saiba como comprar obras, diretamente pelo Instagram, de artistas como Marcelo Solá, Mateus Dutra, Diogo Rustoff, Tulipa Ruiz e vários outros.

Já pensou em poder comprar obras de arte por meio de um leilão on-line que acontece no Instagram? Começou nesta segunda-feira (3/5) mais uma edição projeto Blackbook, uma ação do Festival Bananada. A galeria de artes visuais, que ficará no ar até o dia 10 de maio, acontece em formato virtual e reúne artistas e coletivos goianos e também de fora do Estado de Goiás. A iniciativa já aconteceu em formato físico em edições passadas do Bananada, que acontece Goiânia, e teve sua realização adiada em 2020 devido à pandemia do coronavírus.

Todas as obras do Blackbook já estão expostas no Instagram do projeto. Assim, para poder participar do leilão virtual, a pessoa deve enviar a oferta via mensagem direta ou comentando o post da obra.

Fazem parte do Blackbook os artistas Mateus Dutra, Marcelo Solá, Santiago Selon, Heiridiane Milhomem, Diogo Rustoff, Pedro Fleury e Marú. Além disso, Guilherme Lemes, Fabíola Morais, Maurício Mota, Caio Vitoriano e Karollez Viana (Owcalaboca). Ademais, SHN, Tulipa Ruiz, Isanone Filho, Danillo Butas, Ebert Calaça, Danilo Itty, Rodrigo Flávio, Victor Rocha. Ainda tem obras de Galvão Bertazzi e dos coletivos Irmãos Credo e Crioula Store.

Como funciona o leilão do Blackbook

Em cada uma das obras do projeto há um valor inicial de oferta. Dessa forma, o lance realizado deve ser igual ou superior àquele valor. Além disso, o projeto Blackbook oferece o valor “Leve já”. Assim, se a pessoa oferecer o valor indicado adquire a obra imediatamente, encerrando, assim,  as ofertas pela obra.

Caso a obra seja adquirida por leilão, quem tiver enviado a melhor oferta receberá uma mensagem solicitando os dados de entrega e também o pagamento. Porém, caso não haja resposta ou pagamento em até 24h úteis, a segunda maior oferta passa a valer.

A organização do projeto Blackbook, que é uma ação do Festival Bananada, ressalta que o valor final da obra não inclui frete. Assim, a entrega será calculada caso a caso, “com possibilidade de retirada caso a obra esteja na mesma cidade que o comprador”. O pagamento das obras poderá ser feito via depósito, Pix e PicPay.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online