08/06/2021

Caminhoneiro é preso na BR-060 após bater recorde de embriaguez ao volante

Teor alcoólico foi 5 vezes maior do que é considerado crime de trânsito.

Um caminhoneiro de 37 anos foi preso após bater o recorde de embriaguez ao volante, na BR-060, na praça de pedágio em Goianápolis, na região metropolitana de Goiânia. O flagrante aconteceu nesta segunda-feira (7/6).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o teste do bafômetro acusou teor alcoólico cinco vezes maior do que é considerado crime de trânsito, este é o maior registro nas rodovias federais goianas nos últimos 10 anos.

O flagrante do caminhoneiro preso na BR-060 após bater recorde de embriaguez ao volante

Segundo a PRF, a equipe foi acionada por volta de 12h por funcionários da praça de pedágio da concessionária que administra a BR-060. Eles informaram que um motorista se recusava a pagar a tarifa e não retirava o veículo da passagem, interrompendo o tráfego de quem utilizava o sistema.

Quando os policiais rodoviários federais chegaram no local, de imediato perceberam que o homem estava agressivo, agitado, com a fala enrolada e apresentava sinais de embriaguez. Por isso, fizeram o teste do bafômetro, que teve o teor acusado pelo aparelho de 1,72 miligramas de álcool por litro de ar, valor cinco vezes maior do que o considerado pela lei para configurar crime de trânsito.

Ao ser questionado, o motorista disse aos policiais que saiu de São Paulo e levaria molas de colchão até o Pará, no Norte do país. Segundo ele, no trajeto, ingeriu cachaça por algumas vezes.

Diante dos fatos, o homem foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Anápolis e o caminhão foi retirado por outro funcionário da empresa.

Quantidade de motoristas embriagados impressiona

De acordo com levantamento da PRF, nessa primeira semana de junho, a quantidade de casos de embriaguez ao volante nas rodovias federais impressiona. Ao todo, 86 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool nas rodovias federais do estado. No mesmo período do ano passado, foram apenas quatro.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online