09/06/2021

Operação contra pornografia infantil cumpre mandados em Goiás e mais 17 estados

Os policiais cumprem 176 mandados de busca e apreensão no Brasil e em mais cinco países: Argentina, Estados Unidos, Paraguai, Panamá e Equador.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública deflagrou, nesta quarta-feira (9/6), a Operação Luz na Infância 8, que tem como objetivo apurar crimes de pornografia infantil. Há mandados em Goiás e outros 17 estados.

No total, os policiais cumprem 176 mandados de busca e apreensão no Brasil e em mais cinco países: Argentina, Estados Unidos, Paraguai, Panamá e Equador.

No Brasil, a operação conta com a participação da Polícia Civil de 18 estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, Espírito Santo, Rondônia, Mato Grosso, Paraná, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Alagoas, Piauí, Bahia, Maranhão, Rio Grande do Sul e Amazonas, além de agentes de aplicação da lei dos países envolvidos.

Operação contra pornografia infantil em Goiás

Em Goiás, a ação é coordenada pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos(DERCC) e foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão em cinco cidades, sendo Aparecida de Goiânia, Anápolis, Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental e Rio Verde. Até o momento, três homens foram presos em flagrante delito, por compartilhar e armazenar vasto material de imagens pornográficas infantis.

A operação faz parte de uma mobilização nacional para combater crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na internet e foi articulada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi).

Balanço das operações

Em suas sete edições anteriores, realizadas entre 2017 e 2020, a ‘Luz na Infância’ já cumpriu mais de 1.450 mandados de busca e apreensão e prendeu cerca de 700 suspeitos de praticarem crimes cibernéticos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes em todo o Brasil e nos países participantes da ação.

A primeira operação foi deflagrada em 20 de outubro de 2017, quando foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. No total, 108 pessoas foram presas.

Em maio de 2018 foi realizada a 2ª fase, quando foram cumpridos 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas. No mesmo ano, desta vez em novembro, aconteceu a 3ª fase da operação, quando foi deflagrada no Brasil e na Argentina com o cumprimento de 110 mandados de busca, resultando na prisão de 46 pessoas.

Em março de 2019 aconteceu a 4ª fase, deflagrada em 26 estados e no Distrito Federal, resultando no cumprimento de 266 mandados e 141 pessoas presas. Em setembro do mesmo ano, a 5ª fase da operação foi realizada em 14 estados e do Distrito Federal, além dos Estados Unidos, Paraguai, Chile, Panamá, Equador e El Salvador. A ação resultou no cumprimento de 105 mandados e 51 pessoas presas.

No ano passado, em fevereiro, a 6ª fase da operação envolveu policiais civis de 12 estados, além dos Estados Unidos, Colômbia, Paraguai e Panamá. Foram cumpridos no Brasil e nos quatro países 112 mandados de busca e apreensão. Em novembro do mesmo ano, Luz da Infância 7 envolveu policiais civis de 12 estados, além dos Estados Unidos, Argentina, Paraguai e Panamá. Foram cumpridos no Brasil e nos quatro países 136 mandados de busca e apreensão.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online