15/06/2021

Autor de chacina faz reféns e fere policiais em troca de tiros nesta terça (15)

O suspeito conseguiu fugir novamente e continua sendo procurado pelas forças policiais de Goiás e do Distrito Federal.

O autor da chacina contra família no Distrito Federal (DF), Lázaro Barbosa, de 32 anos, voltou a fazer reféns na tarde desta terça-feira (15/6). Além disso, dois policiais militares ficaram feridos.

Informações preliminares ainda apontam que Lázaro fez três reféns durante a tarde de hoje (15). Elas estavam em uma propriedade a cerca de 5 quilômetros de Edilândia, povoado de Cocalzinho de Goiás.

Segundo informações preliminares, Lázaro foi cercado por agentes de diversas forças de segurança em uma rodovia e abriu fogo contra a guarnição. Ainda não há informações se ele foi atingido. Ele novamente conseguiu fugir. 

Já em relação aos policiais feridos, um PM foi atingido no joelho, possivelmente por um disparo acidental da sua própria arma. Ele foi encaminhado pelos bombeiros para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). O outro PM teria sido atingido de raspão no rosto e foi levado para Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HUANA) de helicóptero.

As forças policiais continuam as buscas pelo suspeito e não descartam a possibilidade dele ter um comparsa.

Moradores temem autor de chacina que fez reféns e feriu policiais em troca de tiros nesta terça (15)

Nesta terça-feira (15/6), um vídeo rodou as redes sociais e mostra o desespero de uma família que mora próximo às áreas de buscas. Veja:

[custom_player src=’zoevideos.net/player/s5f92a507-14c1-405c-bb28-1a3032271c6b’]

Segundo o Secretário de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO), Rodney Miranda, o foragido é uma pessoa acostumada a ficar muito tempo em matagal. Ele ainda afirmou que tudo indica que o suspeito seja um psicopata.

Linha do tempo dos crimes

  • Novembro de 2009: Preso no DF pelos crimes de roubo, estupro e porte de arma.
  • 2013: Laudo criminológico aponta características de personalidade como “agressividade, ausência de mecanismos de controle, dependência emocional, impulsividade”.
  • Março de 2014: Passou para o regime semiaberto e foi beneficiado com trabalho externo por meio Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap).
  • Março de 2016: Foi considerado foragido após o benefício de “saída da Páscoa”, quando não retornou para a unidade prisional do regime semiaberto, no Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA).
  • Março de 2018: Foi preso em Águas Lindas de Goiás e fugiu quatro meses depois. Ele também era procurado por crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo no DF e em chácaras de Goiás.
  • Abril de 2020: Invadiu uma chácara com quatro idosos, na zona rural de Santo Antônio. Na ocasião ele desferiu golpes de machado contra uma das vítimas, atingindo-lhe a cabeça. A vítima ainda possui sequelas das agressões.
  • Abril de 2021: Teria invadido uma casa no setor Sol Nascente, no Distrito Federal. Na ocasião trancou pai e filho no quarto e levou a mulher para o matagal, onde a estuprou.
  • Maio de 2021: Fez uma família refém e ameaçou as vítimas com arma de fogo e faca. Ele mandou as vítimas ficarem nuas, prendeu os homens no quarto e obrigou as mulheres a lhe servir o jantar.
  • 9 de junho de 2021: Suspeito de invadir uma chácara em Ceilândia e matar um casal e dois filhos. Posteriormente, roubou uma outra chácara e rendeu o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele.
  • 12 de junho de 2021: Fugiu para Cocalzinho de Goiás e atirou em quatro pessoas. Ele invadiu fazendas na região e colocou fogo em uma casa para fugir da polícia.
  • 13 de junho de 2021: Furtou um carro e o abandonou na BR-070. Ele teria atirado na direção dos policiais para conseguir fugir.
Via Dia Online 
Imagens Dia Online