11/07/2021

Motociclista fica gravemente ferido após bater em caminhão na GO-239, em Nova Crixás

O Corpo de Bombeiros precisou usar uma pá carregadeira para retirar o motociclista que ficou preso embaixo do caminhão.

Na manhã de sábado (10/7), um motociclista ficou gravemente ferido após bater em um caminhão em um trevo que liga as rodovias GO-239 e a GO-164, em Nova Crixás, na região Norte de Goiás.

O Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) precisou usar uma pá carregadeira para retirar o motociclista que ficou preso embaixo do caminhão. Segundo a corporação, o equipamento que era usado em uma obra na região foi cedido para auxiliar no resgate.

“A pá-carregadeira nos deu um auxílio muito bacana porque o rapaz foi parar bem embaixo do eixo do veículo, então ajudou muito para tirá-lo de lá”, detalhou o tenente da corporação, Eliezer Maciel.

De acordo com o tenente, o motociclista estava consciente mas tinha um corte profundo na coxa direita e sinais de contusão no tornozelo esquerdo. No local, foi feito um curativo na perna do jovem e ele foi levado ao Hospital Municipal de Nova Crixás.

Motociclista fica gravemente ferido após bater em caminhão na GO-239, em Nova Crixás
Foto: Corpo de Bombeiros

Além do motociclista gravemente ferido após bater em caminhão na GO-239, outro morreu após bater em caminhão na BR-060, em Goiânia

Na madrugada de quinta-feira (8/7), um motociclista de 28 anos morreu após bater contra um caminhão que estava estacionado na BR-060, em Goiânia.

De acordo com a Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito (Dict), a vítima trafegava pela rodovia sentido Guapó/ Goiânia e,  na altura do km 204, colidiu contra a parte traseira do caminhão, estacionado do lado direito da via.

O condutor do caminhão, de 43 anos, estava dormindo dentro da cabine do veículo e informou que apenas sentiu o impacto. Ele permaneceu no local e fez o teste do bafômetro, cujo resultado foi negativo.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi acionado e constatou a morte da vítima no local. A PRF e Polícia-Técnico Científica também compareceram.

Segundo a Dict, a iluminação pública no local é precária.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online