16/07/2021

Idosa morre ao ser atropelada por motocicleta, em Goianésia

Após a colisão, o motociclista rolou pelo asfalto e, de imediato, se levantou para tentar socorrer a idosa.

Uma idosa de 84 anos morreu ao ser atropelada por uma motocicleta enquanto atravessava a Avenida Pará, no Bairro Carrilho, em Goianésia, na região central de Goiás. O acidente aconteceu na tarde da quinta-feira (15/7).

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO), a vítima foi identificada como América de Mesquita Gomes e não chegou a ser levada ao hospital, pois morreu no local. Já o motociclista, foi levado para o Hospital Municipal da cidade pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Câmeras de segurança registraram o momento do acidenteApós a colisão, o motociclista rolou pelo asfalto e, de imediato, se levantou para tentar socorrer a idosa. Os comerciantes da região ficaram assustados e foram até a avenida ver o que havia acontecido.

A Polícia Militar de Goiás (PMGO) esteve no local, que foi isolado para perícia. Como o nome do motociclista não foi divulgado, o Dia Online não conseguiu localizar o estado de saúde dele.

Além da idosa morta ao ser atropelada por motociclista, em outro caso, avó e neta morrem após motorista bêbado bater carro em árvore na BR-153

Na noite do dia 4 de julho deste ano, avó e neta morreram em um acidente registrado na BR-153, próximo ao povoado do Rochedinho, em Piracanjuba, na região sul do estado. Outras quatro pessoas ficaram feridas.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no veículo estavam seis pessoas que viajavam em direção a Goiânia. Em determinado momento, o motorista, que estava bêbado, perdeu o controle da direção, saiu da pista e colidiu contra uma árvore.

Com o impacto, a criança de 9 anos, que estava no banco traseiro, e a mulher de 49, no banco dianteiro, não resistiram ao ferimentos e morreram ainda no local. Outros três homens e uma mulher que ocupavam o veículo tiveram ferimentos graves, foram socorridos pelo SAMU e Corpo de Bombeiros e encaminhados ao hospital de Morrinhos. Segundo a corporação, todos são da mesma família.

O motorista do carro foi submetido ao teste de etilômetro, que acusou a quantidade de 0,55 miligramas de álcool por litro de ar, o que configura crime de trânsito. No interior do veículo foram encontradas latas e garrafas.

De acordo com a PRF, como precisou de atendimento médico, em decorrência dos graves ferimentos, o motorista, de 49 anos, responderá na Justiça posteriormente.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online