12/09/2021

Manifestação em Goiânia pede impeachment do presidente Jair Bolsonaro

"Nem Lula nem Bolsonaro", escreveram os manifestantes em cartazes.

Em mais um dia de protestos, manifestantes foram às ruas neste domingo (12/9) protestar contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O movimento acontece em diversas capitais e cidades brasileiras, inclusive Goiânia. Os manifestantes pedem o impeachment de Bolsonaro e cobram mais vacinas contra a Covid-19.

O ato é organizado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), Vem para Rua e Movimentos Livres. Vestidos de branco, os manifestantes se reuniram em frente a Superintendência da Polícia Federal em Goiânia, com cartazes dizendo “Nem Lula nem Bolsonaro” e ‘Quem é contra a Lava Jato é contra o Brasil”.

O movimento é monitorado pela Polícia Militar, que está com viaturas localizadas em pontos estratégicos, além da cavalaria.

Manifestantes pedem impeachment de Bolsonaro em outras cidades do Brasil

Sob o mote “Fora Bolsonaro”, os protestos estavam previstos para 19 capitais, e os movimentos foram registrados nos estados do São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Minas Gerais, Maranhão, Pará e outros.

As articulações e adesões em torno das movimentações de hoje começaram em paralelo à organização das manifestações de 7 de Setembro, que foram a favor do presidente.

O Movimento Brasil Livre (MBL), um dos organizadores dos atos, divulgou a presença, em São Paulo, do ex-ministro Ciro Gomes, candidato à presidência pelo PDT em 2018, e do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), que deixou o governo nos primeiros meses da pandemia do coronavírus.

O MBL e o Vem Pra Rua mobilizaram, anos atrás, parte de manifestações antagônicas à esquerda, como o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), por exemplo. Mas para este domingo a ideia é fazer protestos de caráter apartidário, com os manifestantes usando branco.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online