15/09/2021

Bombeiros combatem o incêndio na Chapada dos Veadeiros pelo 4º dia seguido

Mais de oito mil hectares de vegetação já foram consumidos pelas chamas.

Entra no quarto dia a ação de combate ao incêndio na região da Chapada dos Veadeiros, região nordeste de Goiás. Segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO), mais de oito mil hectares de vegetação já foram consumidos pelas chamas até esta quarta-feira (15).

De acordo com o coordenador da força-tarefa, capitão do CBMGO Luiz Antônio Dias Araújo, o incêndio, que começou no domingo no Vale da Lua, se concentra agora na região do Rio dos Couros e na Serra do Segredo.

Atualmente, a força-tarefa conta com 20 brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e 45 bombeiros militares especialistas em combate florestal, divididos em três frentes de trabalhos. Além disso, há três aviões Air Tractor fazendo o lançamento de água nas linhas de fogo.

Bombeiros combatem o incêndio na Chapada dos Veadeiros pelo 4º dia seguido
Foto: CBMGO

Segundo o capitão Luiz Antônio Dias Araújo, a expectativa é que extinguir grande parte da linha de fogo que margeia o Rio dos Couros ainda nesta quarta-feira (15), dependendo das condições climáticas, como direção e velocidade do vento.

A informação que há até o momento é de que o incêndio foi causado por ação humana. Testemunhas afirmam que o fogo teria começado por causa de um cigarro que um turista fumava no passeio.

Reabertura do Vale da Lua, na região da Chapada dos Veadeiros

O incêndio começou no domingo (12), no Vale da Lua, uma das principais atrações da Chapada dos Veadeiros. O fogo se alastrou rapidamente no sentido da Serra do Segredo. Aproximadamente 100 turistas ficaram ilhados por conta das chamas, mas eles foram resgatados e apenas uma pessoa sofreu queimaduras leves nos pés. Os demais não tiveram ferimentos.

Após o incêndio, o local foi fechado para a visitação, mas reabriu na manhã desta terça-feira (14). Segundo a assessoria, os focos de fogo no local já foram apagados e as pontes e trilhas atingidas pelas chamas já foram recuperadas.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online