20/10/2021

Iris Rezende reinicia tratamento com antibióticos após aumento de secreção pulmonar

Por estar sonolento, o político não tem realizado sessões de fisioterapia e alimentação via oral.

O ex-governador de Goiás e ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende, reiniciou o tratamento com antibióticos após um aumento de secreção pulmonar. O comunicado foi feito por meio das redes sociais, pela filha Ana Paula Rezende, que tem atualizado com frequência o estado de saúde do pai.

Ana Paula informou que o político esteve sonolento nos últimos dias, o que impossibilitou as sessões de fisioterapia e alimentação via oral, atrasando o processo de reabilitação. Por causa da falta de movimentos, ele apresentou aumento de secreção pulmonar, tendo que voltar a fazer uso dos antibióticos.

“Nossa certeza é que Deus está amparando cada passo, cada procedimento realizado. E, em breve, ele estará restabelecido. Muito obrigada a todos pelas orações, carinho e mensagens de apoio que temos recebido.”, escreveu a filha do ex-prefeito ao atualizar o estado de saúde dele nesta terça-feira (19).

Iris Rezende apresentava um quadro de evolução, praticando de exercícios de fisioterapia, andando pelos corredores do hospital e fazendo alimentação regular via oral e já havia expectativa de retorno para Goiânia. No último dia 12 de outubro, Ana Paula relembrou momentos com o pai.

”Nesta foto, há três meses atrás, estávamos na fazenda e resolvi fazer um brinde com meu pai. Perguntei, vamos brindar o quê? E ele me respondeu: À vida!! Meu pai passou o dia sonolento, mas tranquilo e com todos os exames bons. Faremos muitos e muitos mais brindes como este…”, escreveu.

Relembre a internação de Iris Rezende

O político foi internado no dia 6 de agosto, em Goiânia, após sentir fortes dores de cabeça, quando foi submetido a uma cirurgia para retirada de coágulo após sofrer um Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico (AVCH).

Após o procedimento, Iris foi intubado e ficou internado na UTI, de onde recebeu alta no dia 16 de agosto. No dia 21 de agosto, o político voltou novamente para a UTI após sofrer uma convulsão. Ele foi sedado e intubado por precaução.

Dois dias depois, Iris foi extubado e passou por redução na medicação para controle da pressão. No dia 25, ele teve alta da UTI e retornou para o quarto do Instituto de Neurologia de Goiânia. No dia 31, ele voltou novamente para a UTI do Instituto e, posteriormente, foi transferido para São Paulo, para o Hospital Vila Nova Star.

No último dia 1º de outubro, o político apresentou um episódio pontual de febre e aumento dos leucócitos e, por isso, precisou ser medicado com antibióticos.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online