15/06/2022

Homem é preso após espancar ex com murros e pontapés, em Aparecida

Vítima apresentava diversas lesões pelo corpo, como nas mãos, pernas, boca e pescoço.

Um homem de 34 anos foi preso nessa terça-feira (14/6) suspeito de espancar a ex-namorada violentamente, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. A vítima solicitou medidas protetivas contra o homem, que foi seu primeiro namorado.

O caso começou a ser apurado pela Polícia Civil depois que a jovem, de 22 anos, compareceu na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), acompanhada dos pais. Ela estava muito machucada, com diversas lesões pelo corpo.

Crime: Após agressões e ameaça de morte, mãe denuncia o filho, em Goianésia

Homem é preso após espancar ex com murros e pontapés, em Aparecida
Jovem agredida por ex, em Aparecida. Foto: PCGO/ Divulgação

Como a vítima foi espancada pelo ex, em Aparecida

De acordo com relatos da vítima à polícia, ela e o homem tinham terminado o relacionamento e ela foi até a casa dele buscar seus pertences. No local, os dois começaram a discutir por motivo banal, em razão de divergências sobre objetos de um e de outro.

Em determinado momento, o homem começou a agredir a jovem com pontapés e murros, tendo até tentado passar com a motocicleta em cima dela. A jovem teve diversos ferimentos na boca, mãos, pescoço e pernas.

Homem é preso após espancar ex com murros e pontapés, em Aparecida
Jovem fica com diversas lesões após ser espancada por ex, em Aparecida. Foto: PCGO/ Reprodução

Crime sexual: Tio é preso suspeito de abusar sexualmente de sobrinhos, em Piracanjuba

Diante da denúncia da vítima, policiais da Deam foram até o local onde o investigado estava trabalhando, um lava-jato, no Setor Vila Maria, em Aparecida de Goiânia. Ele foi preso em flagrante pelo crime de lesão corporal com incidência da Lei Maria da Penha.

De acordo com a Polícia Civil, em março deste ano a vítima já havia registrado uma ocorrência na Deam de Goiânia, mas não solicitou medida protetiva de urgência. Desta vez, uma medida foi expedida contra o investigado.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online