26/07/2022

Motorista que invadiu restaurante no Jardim Goiás presta depoimento, em Goiânia

Motorista manteve a versão de que o veículo apresentou falha mecânica depois da primeira colisão.

Na manhã desta terça-feira (26/7) a idosa, de 68 anos, que invadiu um restaurante no Jardim Goiás, em Goiânia, prestou depoimento à Polícia Civil de Goiás (PCGO). O acidente aconteceu na semana passada e, até o momento, oito testemunhas já foram ouvidas.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, a motorista manteve a versão de que o veículo apresentou falha mecânica depois da primeira colisão, que aconteceu na rua 14-A.

Crime: Advogada é presa suspeita de roubar carro apreendido pela Justiça, em Santo Antônio

Para comprovar a fala, a defesa da idosa apresentou uma nota de revisão do carro, onde foi relatado o mesmo problema junto à concessionária responsável.

“Eles trouxeram uma nota de uma revisão que o carro passou em dezembro do ano passado, mas nada referente a alegação de defeito que ele apresentou no dia do acidente. Estamos falando de seis meses atrás, então, ainda é fundamental para o caso a conclusão do laudo pericial”, afirmou a Delegacia de Crimes de Trânsito (DICT).

Resgate: Criança é resgatada por vizinhos após presenciar assassinato, em Senador Canedo

Motorista que invadiu restaurante no Jardim Goiás presta depoimento, em Goiânia
Ao todo oito testemunhas já foram ouvidas pela PCGO – Foto: Internet / Reprodução

A  responsável pela investigação ressalta ainda que em momento algum a defesa da suspeita alegou que a idosa sofreu algum mal súbito ou falta de experiência na direção do veículo.

“Não foi alegado que [a motorista] passou mal ou que fez uso de medicamento fora da rotina. Ela é uma motorista já experiente, tem [46 anos] de habilitação”, esclareceu a delegada.

Estelionato: Homem é preso suspeito de seduzir idosas para aplicar golpes, no sudeste de Goiás

O sapato usado pela condutora no dia do acidente também foi apreendido, com o objetivo de realizar alguns testes para saber se o calçado era apropriado e saber se o calçado influenciou na causa do acidente.

Polícia Civil ouve testemunhas

Motorista que invadiu restaurante no Jardim Goiás presta depoimento, em Goiânia
Idosa manteve versão de que o carro apresentou fala mecânica – Foto: Internet / Reprodução

A Polícia Civil informou que, até o momento, oito testemunhas do caso já foram ouvidas, dentre elas está o motorista do veículo que bateu no carro da idosa, na rua 14-A, minutos antes dela invadir o restaurante.

Crimes sexuais: Inconsciente, idosa é estuprada dentro de casa, em Trindade

“A princípio, ele alegou que havia um ponto cego devido a uma caçamba de lixo na saída da garagem”, relatou a delegada.

Para concluir o procedimento investigatório ainda é necessário que a PCGO colha o depoimento de outras vítimas do acidente, bem como de funcionários do restaurante e dos policiais que atenderam a ocorrência minutos após a invasão.

Trânsito: Homem morre após motocicleta bater contra carro na BR-251, em Cristalina

A delegada ressalta que a perícia do veículo é de suma importância para solucionar as circunstâncias e causas que levaram a motorista a invadir o restaurante.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online