01/08/2022

Detentos fogem enquanto faziam manutenção na CPP, em Aparecida de Goiânia

Fuga aconteceu em menos de uma semana após quatro detentos serem encontrados mortos no Complexo Prisional.

Durante a noite deste domingo (31/7), dois detentos fugiram da Casa de Prisão Provisória (CPP), localizada em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

De acordo com informações preliminares, os presos fugiram enquanto trabalhavam na manutenção da unidade. É preciso ressaltar que a fuga aconteceu em menos de uma semana após quatro detentos serem encontrados mortos no Complexo Prisional.

Política: Câmara aprova em primeiro turno texto-base da PEC dos Precatórios

Detentos fogem enquanto faziam manutenção na CPP, em Aparecida de Goiânia
Dois detentos fugiram da CPP, em Aparecida de Goiânia – Foto: Internet / Reprodução

Os fugitivos estavam cumprindo pena por estupro de vulnerável e violência doméstica. A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) não deixou claro que tipo de manutenção os internos faziam no momento da fuga.

Já em relação ao trabalho feito no período noturno, o órgão responsável ressaltou que segue a Lei de Execução Penal, que dispõe sobre a possibilidade de atribuição aos presos designados para os serviços de conservação e manutenção das unidades prisionais.

Trânsito: Tráfego na BR-153, em Aparecida de Goiânia, é liberado após finalização de obra

Um procedimento administrativo foi instaurado para apurar a fuga e tentar identificar se há ou não o envolvimento de uma terceira pessoa. A Segurança Pública de Goiás disponibilizou o 190, da Polícia Militar, e o (62) 3201-1212, da Polícia Civil, para quem tiver informações.

Detentos fogem enquanto faziam manutenção na CPP, em Aparecida de Goiânia
Presos que fugiram da CPP, em Aparecida de Goiânia — Foto: Divulgação

Mortes no presídio

Durante esta semana, outros quatro presos foram encontrados mortos, dentro de duas celas diferentes, na Casa de Prisão Provisória (CPP), localizada no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. O quarto detento foi assassinado no dia seguinte.

Maus-tratos: Homem é preso suspeito de manter mulher e filhos em cárcere, em Aparecida

Sobre as mortes a DGAP informou que os homens foram mortos por colegas de celas e que os envolvidos nos assassinatos foram transferidos para unidades prisionais de segurança máxima.

Via Dia Online 
Imagens Dia Online